Inicio » Nacional » Brasil – Em São Paulo, 200 casas são interditadas por rachaduras na zona Sul

Brasil – Em São Paulo, 200 casas são interditadas por rachaduras na zona Sul

Duzentas casas foram interditadas, por causa de rachaduras, no Jardim Ibirapuera, zona sul de São Paulo, segundo informações da Defesa Civil do M’Boi Mirim.

O subprefeito da região Antônio Carlos da Silva Oliveira, afirmou ao reportagem que grande parte das construções podem cair e causar o “efeito dominó”. “A nossa principal preocupação é salvar vidas”, ressaltou Oliveira.

200 famílias saíram de casa pelo risco de desabamento, no Jardim Ibirapuera, zona sul de São Paulo
200 famílias saíram de casa pelo risco de desabamento, no Jardim Ibirapuera, zona sul de São Paulo

O subprefeito não confirmou o motivo dessas  rachaduras, mas disse que as construções são precárias. Algumas com três ou quatro pavimentos. Pode haver vazamento de água potável ou até mesmo do esgoto.

Das 200 famílias que tiveram que deixar suas casas, 44 estão em uma escola vizinha. As demais foram para a casa de familiares ou amigos. Na última quinta-feira quinta-feira, o prefeito Fernando Haddad foi  até o Jardim Ibirapuera e prometeu o empenho necessário. Nesta sexta-feira, a Defesa Civil e a assistência Social estão atendendo os moradores.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

De compra pela internet a mesada, veja opções de uso do cartão pré-pago internacional ZenCard MasterCard

De compra pela internet a mesada, veja opções de uso do cartão pré-pago internacional ZenCard MasterCard

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.De compra pela …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).