Inicio » Minas Gerais » MG – Médica do Vale do Aço denuncia salários atrasados no programa “Mais Médicos”

MG – Médica do Vale do Aço denuncia salários atrasados no programa “Mais Médicos”

Trabalhando em Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, por meio do Mais Médicos, uma profissional revelou haver atrasos no pagamento a brasileiros que atuam pelo programa federal. Segundo a denúncia, divulgada ontem pelo Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais (CRM-MG), essa médica, que pediu para não se identificar, estaria há dois meses sem receber salário, mesmo cumprindo a jornada de trabalho estabelecida.

Na imagem, um dos vários protestos feitos pelos médicos brasileiros contra o programa – Foto: Daniel Protzner
Na imagem, um dos vários protestos feitos pelos médicos brasileiros contra o programa – Foto: Daniel Protzner

“Os médicos estrangeiros estão com o pagamento em dia, somente eu e os outros três médicos brasileiros estamos sem receber”, afirmou a médica ao CRM-MG. Ela chegou a Coronel Fabriciano em março deste ano. Desde o lançamento do programa, em julho de 2013, o município recebeu 21 profissionais de saúde, sendo 14 cubanos e sete brasileiros. Os últimos médicos chegaram à cidade no dia 28 de abril para integrar as novas equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF). O município possui 19 equipes, e neste mês, deve chegar a 30.

O presidente do CRM-MG, Itagiba de Castro Filho, lamentou a situação por meio da assessoria de imprensa. “Uma das poucas vantagens deste programa é o de retirar do prefeito a prerrogativa de dispor do profissional ao seu bel prazer, pagando quando e como convier a ele. Porém, nem essa vantagem está sendo respeitada”, disse.

Segundo o CRM–MG, vários relatos referentes a problemas no programa têm sido recebidos semanalmente. No caso da médica de Coronel Fabriciano, a orientação do conselho à profissional foi encaminhar a denúncia ao Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed-MG), órgão competente para discutir questões trabalhistas. A reportagem tentou contato com o Sinmed-MG e com a prefeitura de Coronel Fabriciano, mas ninguém foi encontrado para comentar o caso em nenhum dos órgãos.

Fonte: O Tempo

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).