Inicio » Esporte » Brasileirão 2016 » Brasileirão 2014 – Árbitro relata ofensas de Marcelo Moreno em súmula do clássico

Brasileirão 2014 – Árbitro relata ofensas de Marcelo Moreno em súmula do clássico

O atacante Marcelo Moreno deverá ir ao banco dos réus no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), pelas palavras fortes proferidas ao árbitro Héber Roberto Lopes, após a derrota do Cruzeiro por 2 a 1 para o Atlético, no clássico disputado no último domingo, no Independência.

Brasileirão 2014 - Árbitro relata ofensas de Marcelo Moreno em súmula do clássico
Brasileirão 2014 – Árbitro relata ofensas de Marcelo Moreno em súmula do clássico

Héber Roberto Lopes justificou a expulsão de Moren,  após o apito final do jogo, dizendo que o atleta celeste cogitou que o jogo foi “armado”. Fazendo, inclusive, gestos característicos para indicar “roubo”.

“Após o término do jogo expulsei com cartão vermelho direto o atleta de nº 18, sr. Marcelo Moreno Martins, da equipe Cruzeiro E. C., que dirigiu-se a mim com os seguintes termos: “Isso é uma vergonha, já esta tudo armado, palhaçada, vou na televisão acabar com você, safado”. Após a amostragem do cartão vermelho, o atleta, dirigindo-se ao seu vestiário, espalmou a mão esquerda
e com o polegar da mão direita, tocando a palma da mão esquerda, girou os dedos em gestos característico de roubo , repetindo o gesto por 3 vezes”, relatou o árbitro.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).