Inicio » Esporte » Brasileirão 2016 » Brasileirão 2014 – Árbitro relata ofensas de Marcelo Moreno em súmula do clássico

Brasileirão 2014 – Árbitro relata ofensas de Marcelo Moreno em súmula do clássico

O atacante Marcelo Moreno deverá ir ao banco dos réus no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), pelas palavras fortes proferidas ao árbitro Héber Roberto Lopes, após a derrota do Cruzeiro por 2 a 1 para o Atlético, no clássico disputado no último domingo, no Independência.

Brasileirão 2014 - Árbitro relata ofensas de Marcelo Moreno em súmula do clássico
Brasileirão 2014 – Árbitro relata ofensas de Marcelo Moreno em súmula do clássico

Héber Roberto Lopes justificou a expulsão de Moren,  após o apito final do jogo, dizendo que o atleta celeste cogitou que o jogo foi “armado”. Fazendo, inclusive, gestos característicos para indicar “roubo”.

“Após o término do jogo expulsei com cartão vermelho direto o atleta de nº 18, sr. Marcelo Moreno Martins, da equipe Cruzeiro E. C., que dirigiu-se a mim com os seguintes termos: “Isso é uma vergonha, já esta tudo armado, palhaçada, vou na televisão acabar com você, safado”. Após a amostragem do cartão vermelho, o atleta, dirigindo-se ao seu vestiário, espalmou a mão esquerda
e com o polegar da mão direita, tocando a palma da mão esquerda, girou os dedos em gestos característico de roubo , repetindo o gesto por 3 vezes”, relatou o árbitro.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).