Inicio » Mais Seções » Entretenimento » ‘Em Família’ – Clara diz que ama Marina e Cadu

‘Em Família’ – Clara diz que ama Marina e Cadu

Nesta segunda-feira (12), na novela Em Família, após notar a intimidade entre Clara (Giovanna Antonelli) e Marina (Tainá Muller), Chica (Natalia do Vale) conversa com a filha. “Sempre penso em conversar com você sobre o que está acontecendo, mas não encontro uma oportunidade”, diz a mulher de Cadu (Reynaldo Gianecchini). “Mas é uma coisa tão simples de dizer. Confirme: você está tendo uma relação com ela? Uma relação homossexual?”, questiona, direta. A assistente da fotógrafa nega. “Olha pra mim e escute bem o que eu vou lhe dizer: sou sua mãe, mas já não sou sua mãezinha de quando você era criança. Somos duas mulheres agora, eu e você. E por causa disso somos amigas também. Ou deveríamos ser. Nunca proibi qualquer assunto entre nós. Mas quando você se apaixonou pelo Cadu, quis casar-se com ele, engravidou, eu pensei que nisso estava implícita sua preferência sexual”, afirma As informações são do jornal Extra.

Marina (Tainá Müller) e Clara (Giovanna Antonelli)
Marina (Tainá Müller) e Clara (Giovanna Antonelli)

“E estava mesmo, mãe, mas…”, começa Clara. “Sei o que você vai dizer: que se pode mudar a preferência em qualquer idade, por qualquer circunstância. Foi o que aconteceu com você? Você deixou de ser hétero e passou a ser homo?”, interrompe Chica. “Não, mãe. Eu acho que não sou uma coisa ou outra coisa. Talvez eu seja as duas coisas”, diz Clara. “Bissexual”, afirma a mãe. “Acho que sim. Ainda não posso dizer, mãe. Nunca tive uma experiência homossexual”, conta. “O que é que você sente?”, pergunta Chica. “Afeto. Amor. Eu amo os dois. Só isso. Não quero um só, quero os dois. E quando estou com um, sinto falta do outro”, confessa. Chica fica sem entender muito bem o que aquilo significa. “Entenda, mãe, que eu não estou entre meu marido e a Marina. Entre um homem e uma mulher. Eu estou entre duas pessoas que eu amo. Dividida. Querendo as duas com o mesmo desejo. Mas pode ser que isso seja dessa maneira enquanto eu não vivo esse lado B da minha sexualidade. Pode ser”, completa.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).