Inicio » Mais Seções » Saúde – Auxiliar a criança na escovação é saída para dentes fortes

Saúde – Auxiliar a criança na escovação é saída para dentes fortes

Segundo dados de uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, houve uma redução de 26% de cáries nas crianças de 12 anos desde 2003. Isso prova que ensinar e incentivar seu filho a cuidar dos dentes desde pequeno é um investimento que trará resultados para o resto da vida. Porém, para isso é necessário alguns cuidados especiais desde cedo.

Saúde - Auxiliar a criança na escovação é saída para dentes fortes
Saúde – Auxiliar a criança na escovação é saída para dentes fortes

Cuidados desde a gestação
“Os cuidados com a saúde bucal dos bebês já devem ser iniciados durante a gestação. Nessa fase as mães podem ser informadas sobre a importância do aleitamento materno que, além de benefícios imunológicos e psicológicos, proporciona um correto desenvolvimento facial que pode evitar dentes e ossos tortos no futuro”, explica Fernanda Raven, dentista especializada em Odontopediatria.

Nessa fase a boca do bebê (gengivas, bochechas e língua) poderá ser higienizada com uma gaze embebida em água limpa sempre que a mãe julgar necessário. Essa prática é muito importante porque além de fazer a criança se acostumar com o ritual evita o risco de infecções na região.

Começar a escovação a partir no nascimento do primeiro dente
A partir do nascimento dos primeiros dentes a escovação deverá ser realizada três vezes ao dia com uma escova de cerdas macias e cabeça pequena. A pasta a ser utilizada deve conter flúor (acima de 1.100 ppm) numa quantidade máxima similar a um grão de arroz por dia, para evitar a fluorose – manchas nos dentes. O fio dental deverá ser utilizado a partir do momento que irromper o segundo dente.

Nada de mamadeiras ou chupetas
Para Fernanda, é nessa fase que muitas mães cometem o erro de introduzir mamadeiras e chupetas na rotina da criança. “O aleitamento materno já supre as necessidades do bebê de sugar. E muitas vezes a chupeta é introduzida devido a uma insegurança da mãe ao lidar com o choro de bebê. Sabendo identificar o real motivo do choro, não há a necessidade da chupeta. E no caso da mamadeira, assim que a criança largar o peito já pode começar a utilizar o copo”, diz a especialista.

Auxiliar a escovação
É fundamental que os pais auxiliem seus filhos durante a escovação para que eles aprendam desde cedo a fazer o procedimento de forma correta. Esse acompanhamento o ajudará a entender que a escovação é uma questão de jeito e não força e que não se deve engolir a pasta.

Evitar alimentos doces
Oferecer alimentos e bebidas com alto teor de açúcar quando os dentes estão em formação também é bastante prejudicial para a criança. “O uso de alimentos açucarados é um dos fatores que aumentam o risco de a criança ter cárie”, diz a dentista. A alimentação deve conter grande variedade de vitaminas, minerais, cálcio e fósforo.

Flúor inclusive na água
Procure usar produtos que contém flúor. É importante que até a água que seus filhos consumam possua flúor. Caso não tenha, peça para o dentista ou pediatra indicar suplementos diários.

Nunca deixar de ir ao dentista
Fazer visitas frequentes ao dentista e manter os exames sempre em dia ajudam a diagnosticar precocemente qualquer problema bucal que a criança possa vir a desenvolver.

Agência Beta

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).