Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Brincadeira de criança pode resultar em dor e sofrimento

Norte de Minas – Brincadeira de criança pode resultar em dor e sofrimento

Nesta quinta-feira, 15/05, a unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada para atendimento a uma criança de 3 anos, vítima de queimadura grave, no bairro Canelas, em Montes Claros.

Segundo relato da família, ela brincava com o irmão, também criança, que derramou álcool e ateou fogo, provocando queimadura de terceiro grau na face, tórax, pernas e palma da mão esquerda da menina.

Norte de Minas - Brincadeira de criança pode resultar em dor e sofrimento
Norte de Minas – Brincadeira de criança pode resultar em dor e sofrimento

Devido à gravidade do acidente, o SAMU ressalta que as brincadeiras e atividades cotidianas da criança podem acabar em dor e sofrimento se não forem observados algum cuidados simples e alerta aos pais para que adotem atitudes seguras, pois as crianças não são capazes de avaliar esses riscos sozinhas.

O enfermeiro Ubiratan Lopes, coordenador do Núcleo de Educação Permanente do SAMU, explica que se a criança aprende a ter atenção e a adotar atitudes seguras nas atividades, por mais simples e cotidianas que sejam, ela cultivará esse hábito em todas as suas atividades, reduzindo os riscos de se machucar. “Mesmo sendo importantes e necessárias para o desenvolvimento saudável da criança, por mais inocentes que pareçam, as brincadeiras podem resultar em acidentes graves, internação hospitalar e até em morte”, alerta.

Segundo o enfermeiro, dentre os acidentes domésticos sofridos pelas crianças, as queimaduras estão entre as de maior incidência, seja em decorrência de brincadeira de risco ou por atividades de rotina, representando um significativo agravo de saúde pública.

Recentemente, o Ministério da Saúde lançou uma cartilha para orientar as equipe de saúde de todo o país na assistência imediata às vítimas de queimaduras, visando reduzir o agravo da lesão e os demais problemas decorrentes das queimaduras.

De acordo com informações da cartilha, entre os casos de queimaduras notificados no país, a maior parte ocorre nas residências das vítimas e quase a metade das ocorrências envolve a participação de crianças. Entre as queimaduras mais comuns, tendo as crianças como vítimas, estão as decorrentes de escaldamentos (manipulação de líquidos quentes, como água fervente, pela curiosidade característica da idade) e as que ocorrem em casos de violência doméstica, muitas vezes com extrema gravidade e risco de morte.

Pesquisas mostram que brincadeiras com fósforo, panelas com óleo ou água quente resultam em quase 300 internações hospitalares de crianças, todos os dias no Brasil. “Cozinha não é lugar de criança brincar. Por isso, os pais não nunca devem deixar que as crianças brinquem com o fogão, mantendo-as longe da cozinha sempre que alguém estiver cozinhando, devendo fazer o mesmo quando alguém estiver utilizando o ferro de passar. Não deixe que as crianças brinquem com velas, fósforos, isqueiros e fogos de artifício”, orienta Ubiratan.

Em caso de queimadura, a orientação do SAMU é colocar a parte queimada debaixo da água corrente fria, com jato suave, por aproximadamente dez minutos. Compressas úmidas e frias também são indicadas.

Se houver poeira ou insetos no local, mantenha a queimadura coberta com pano limpo e úmido. Se for possível deixar a lesão exposta sem ataduras ou outros envoltórios é melhor. No caso de queimaduras em grandes extensões do corpo, por substâncias químicas ou eletricidade, é preciso cuidados médicos urgentes.

O que não se deve fazer: Não toque a queimadura com as mãos, não fure bolhas e nem tente descolar tecidos grudados na pele queimada. Corpos estranhos não devem ser retirados do local queimado. Nunca coloque manteiga, pó de café, creme dental ou qualquer outra substância sobre a queimadura – somente o médico sabe o que deve ser aplicado sobre o local afetado. “O sol também causa queimaduras, por isso é importante evitar que a criança brinque exposta ao sol no período entre 10 e 16 horas”, completa o enfermeiro.

OUTRAS DICAS

Para evitar intoxicação, oriente as crianças a nunca mexer nos produtos de limpeza nem brincar com embalagens vazias, e que nunca tomem medicamento sem acompanhamento de um adulto.

Para evitar choque elétrico, não deixe que as crianças brinquem perto de fios soltos ou desencapados e com tomadas ou em objetos eletrônicos. Para brincar de soltar pipa leve-as para um lugar próprio e seguro, longe da rede elétrica.  Nunca utilize cerol e nem tente retirar pipas que estejam presas na rede elétrica.

Para evitar quedas, não deixe que as crianças brinquem em lajes, lugares altos e escadas ou que utilizem beliche como brinquedo. Ao brincar em casa, é preciso cuidado com tapetes e pisos escorregadios. Ao sair do banho, utilizar chinelos próprios ou pisar sobre tapetes que não escorregam.

Oriente às crianças que peçam ajuda quando tiverem que pegar qualquer objeto nas partes altas dos armários, estantes ou prateleiras, que estejam fora do alcance das mãos. Usar banquinhos, cadeiras ou outros objetos colocados um sobre o outro para alcançar a altura desejada é muito perigoso.

Ensine as crianças o significado dos sinais de trânsito e oriente-as a utilizarem sempre a faixa de pedestres. Mesmo na faixa, sempre olhar várias vezes para os dois lados e atravessar em linha reta. Quando não houver faixa de pedestre, procurar outros locais seguros para atravessar, seja na esquina, em passarelas ou próximo a lombadas eletrônicas.

Não atravessar a rua por trás de carros, ônibus, árvores e postes e nunca correr para a rua sem antes parar e olhar se vem carro – seja para pegar uma bola, o cachorro ou por qualquer outra razão. Ao sair do carro, esperar que o veículo pare totalmente para descer e aguarde que ele se afaste para atravessar a rua.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).