Inicio » Esporte » Copa 2018 » Copa 2014 – Arena Corinthians pode ser interditada após entrega à Fifa

Copa 2014 – Arena Corinthians pode ser interditada após entrega à Fifa

Palco da abertura da Copa do Mundo de 2014, daqui a exatos 26 dias, a Arena Corinthians pode ser novamente interditada parcialmente. A informação foi revelada nesta quinta-feira por Roberto Ribeiro Pinto, um dos procuradores do Ministério Público do Trabalho que realizaram a última vistoria no novo estádio alvinegro nesta manhã.

Estádio corintiano segue apresentado irregularidades nas arquibancadas provisórias
Estádio corintiano segue apresentado irregularidades nas arquibancadas provisórias

De acordo com ele, a Arena Corinthians segue apresentando irregularidades nas arquibancadas provisórias e pode ser interditada parcialmente mesmo após a entrega à Fifa, depois do duelo entre Corinthians x Figueirense, neste domingo, às 16h (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro. O jogo entre paulistas e catarinenses, entretanto, não corre nenhum risco de ser cancelado, já que as arquibancadas provisórias não serão utilizadas.

“Há um mês, o Ministério do Trabalho esteve aqui na arena fazendo a inspeção e constatou irregularidades na montagem das arquibancadas provisórias. Transcorrido um mês, voltamos hoje, e os peritos constataram que as irregularidades persistem. Nossa próxima providência é entrar em contato com Ministério do Trabalho, para fazer uma nova inspeção, e se for o caso, interditar essas obras até que se regularizem essas instalações.”, declarou Pinto.

O estádio alvinegro já havia sido parcialmente interditado há pouco menos de dois meses, depois da morte do ajudante geral Fabio Hamilton Cruz, que sofreu acidente fatal nas obras da Arena Corinthians. O operário participava da instalação de uma das arquibancadas provisórias.

Segundo o MPT, as principais irregularidades, além do número de horas trabalhadas, relacionam-se com a movimentação de cargas, que precisaria ser feita com isolamento dos operários, algo que não vem acontecendo. Além disso, o uso do talabarte (uma espécie de cinturão de segurança individual dos operários) também estão sendo utilizados de forma equivocada.

“Eu creio que algumas questões foram observadas. Espero que sejam corrigidas”, afirmou Luiz Antônio Camargo, procurador-geral do trabalho. “Já conversamos diretamente com o Andrés (Sánchez, responsável pela construção do estádio). Apresentamos a ele algumas considerações. Isso será encaminhado ao Ministério do Trabalho e do Emprego e vamos seguir nosso procedimento de rotina”, completou.

Uma nova inspeção será realizada pelo Ministério Público do Trabalho daqui a 15 dias e, caso não haja evoluções satisfatórias, o estádio que receberá a abertura da Copa do Mundo poderá ter as arquibancadas norte e sul interditadas parcialmente. Para que esta vistoria seja feita, porém, o MPT precisa da permissão da Fifa, que passará a “administrar” o estádio após o duelo entre Corinthians e Figueirense, neste domingo. Um credenciamento provisório – suficiente para a inspeção – já está sendo providenciado.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).