Inicio » Internacional » Europa » Europa – O hino nacional da França é racista?

Europa – O hino nacional da França é racista?

Tudo começou quando a ministra da Justiça da França, Christiane Taubira, não cantou o hino nacional, conhecido como La Marseillaise (A Marselhesa), numa cerimônia de comemoração da abolição da escravidão.

Escrito em 1972, como uma forma de incentivar as tropas francesas na luta contra exércitos estrangeiros, o hino tem em seu refrão a frase “nossa terra do sangue impuro se saciará”.

Uma personalidade polêmica na França e associada à esquerda radical, a ministra foi muito criticada na internet e acusada de não cantar o hino como parte de um posicionamento político.

A ministra Christiane Taubira foi acusada de não cantar o hino como parte de um posicionamento político
A ministra Christiane Taubira foi acusada de não cantar o hino como parte de um posicionamento político

‘Renúncia’
O político Geoffroy Boulard escreveu no Twitter: “Taubira não está cantando o La Marseillaise sob o pretexto de não conhecer a letra. Renúncia!”.

Taubira se defendeu no Facebook. “Em algumas ocasiões, é mais apropriado contemplar do que cantar como se estivesse num karaokê”.

A polêmica ficou ainda mais intensa depois que o ator francês Lambert Wilson comentou o assunto.

Ele descreveu a letra do hino como “terrível, racista, xenofóbica” e pediu que ela fosse alterada.

BBC Brasil

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).