Inicio » Colunistas » Coluna – Amor de mães, amor demais

Coluna – Amor de mães, amor demais

Amor é um sentimento sublime que eleva os seres humanos a uma condição dadivosa de filhos de DEUS capazes de conviverem melhor com seus pares e com o entorno. Sentimento forte, ardente e avassalador que nos faz muito melhores como pessoas sobretudo porque nos faz enxergar a vida na plenitude e simplicidade  maiores da mesma. E garante, ao mesmo tempo, uma motivação maior para buscas e encontros com a essência daquilo que as pessoas e o mundo têm de melhor para oferecer  num movimento frenético de energias positivas altamente favoráveis ao bem estar. Energias advindas da capacidade de amar que abrem caminhos para espaços mais humanizados cuja tendência é de valorização maior de princípios como cooperação, generosidade, solidariedade e equidade esgarçados pela dificuldade própria da condição de seres humanos em canalizar melhor sentimentos como egoísmo, vaidade e inveja. E que pode nos tornar mais tolerantes e abnegados diante de situações difíceis e conflitantes naturais da convivência e da competição sinalizando para a necessidade de enxergarmos e valorizarmos não apenas as nossas prováveis habilidades, competências e necessidades, mas na mesma proporção, as dos outros.

       Quisera eu conseguir expressar em palavras a grandiosidade da grandeza e nobreza desse sentimento maravilhoso que embala e instiga sonhos e justifica, dentre outras, a condição de mães que cuidam, amam, geram ou não, incentivam, aconselham, diz os nãos que educam e buscam sempre com sabedoria, ternura, dureza quando necessário e simplicidade o melhor caminho, a melhor escolha. E se colocam sempre como esteio oferecendo o colo, o ombro e a presença que fortalece e dar ânimo e coragem para enfrentamento e superação dos desafios naturais da vida. Na certeza de que os tombos e as situações conflitantes favorecem o crescimento pessoal e coletivo e nos aproxima dos ensinamentos de JESUS CRISTO.

        Ainda anestesiada pela dor da perda como acredito estejam todos os meus irmãos,  irmãs e pessoas que tiveram o privilégio de conviver com a estirpe, elegância e simplicidade estou sendo impulsionada a escrever este texto em homenagem a uma das pessoas mais lindas que conhecemos, a nossa Dona Aninha. Nesse primeiro dia das mães sem a presença física de dona Ana gostaria de, em nome de todos os meus irmãos, irmãs, cunhados, cunhadas, netos e bisnetos desejar muita paz nessa caminhada junto ao PAI CELESTIAL. Ressaltando a alegria em poder continuar nos espelhando na sua conduta e ensinamentos advindos da universidade maior e mais brilhante chamada mundo e da fé fervorosa em Nosso SENHOR JESUS CRISTO e em Nossa Senhora, mãe de todos nós. Aproveito para parabenizar todas as mães que estão no plano de Dona Ana rogando a DEUS pela paz e descanso necessários e as mães vivas desejo saúde e sabedoria nos ensinamentos  sublinhado a maravilhosa capacidade de amar que justifica o amor de mães, amor demais.

Jeny Canela Perosso

Jeny Canela Perosso
Jeny Canela Perosso
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).