Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Emater–MG ajuda a implantar Feira Livre da Agricultura Familiar no município de Jaíba

Norte de Minas – Emater–MG ajuda a implantar Feira Livre da Agricultura Familiar no município de Jaíba

Estimular a comercialização de produtos agropecuários. Esse é o objetivo da implantação da Feira Livre da Agricultura Familiar no município Jaíba, Norte de Minas. A iniciativa é da Emater-MG em parceria com a prefeitura, Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e Associação Cultural e Ambiental Projeto Jaíba (ACAPJA).

Norte de Minas - Emater–MG ajuda a implantar Feira Livre da Agricultura Familiar no município de Jaíba
Norte de Minas – Emater–MG ajuda a implantar Feira Livre da Agricultura Familiar no município de Jaíba

A inauguração do espaço aconteceu na segunda quinzena de maio. Para a implantação da feira, dez produtores receberam um kit de feira livre do programa Minas Sem Fome*, contendo dez barracas, duas balanças e 20 jalecos.

A feira foi criada com o objetivo de oportunizar aos agricultores familiares a comercialização dos seus produtos, aumentando assim a renda familiar”, afirma a extensionista Maria Helena Gomes. A técnica ressalta também que a feira irÁ oferecer à população produtos mais frescos e com melhores preços.

A Feira da Agricultura Familiar do Jaíba funciona toda quinta-feira, a partir das 16h, no distrito de Mocambinho, próximo ao escritório da Emater-MG. O local foi cedido pela Codevasf. A prefeitura ficou responsável pelas instalações elétricas para o funcionamento da feira. No espaço, os consumidores podem encontrar diversos produtos, como frutas (atemoia, limão, pinha, laranja, mexerica ponkan, uva, banana), verduras ( abóbora, quiabo, couve, jiló, berinjela, rúcula, tomate, alface), doces, queijos, bolos, biscoitos e carnes.

No total foram beneficiados 20 produtores com o kit entregue pelo Minas Sem Fome.A feira é importante para a divulgação dos produtos cultivados no Projeto Jaíba, contatos para negócios futuros, compra direta na mão dos agricultores, propiciando uma alimentação mais saudável e de melhor qualidade para os consumidores”, diz Maria Helena Gomes.

*Minas Sem Fome

O Minas Sem Fome é uma iniciativa do governo de Minas e executado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, por meio da Emater–MG, com apoio das prefeituras. O objetivo é implementar ações que contribuam para a inclusão da população de baixa renda no processo produtivo, especialmente agricultores familiares. O programa incentiva a produção de alimentos, agregação de valor e geração de renda, visando a melhoria de suas condições de segurança alimentar e nutricional

Projeto Jaíba

O Perímetro de Irrigação do Projeto Jaíba está localizado entre o rio São Francisco, onde ocorreu o desvio para abastecer os canais, e o rio Verde Grande. A região se destaca como importante polo produtor de fruticultura, principalmente de banana, limão e manga. A área do projeto tem aproximadamente 1.830 pequenos produtores, que contam com a assistência técnica da Emater, 90 médios produtores e 55 empresários. A produção de todas as culturas desenvolvidas na área do projeto (frutas, cana-de-açúcar e olericultura) é de cerca de 1,35 milhão de toneladas, com a geração de 18,5 mil empregos. A atual área irrigada do projeto, incluindo as etapas I e II, é de aproximadamente 20 mil hectares.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).