Inicio » Política » Eleições 2014 – Eduardo Campos defende política fiscal diferenciada para combustíveis renováveis

Eleições 2014 – Eduardo Campos defende política fiscal diferenciada para combustíveis renováveis

Pré-candidato à Presidência da República, o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), defendeu nessa segunda-feira (2), em São Paulo, que seja criada uma política fiscal diferenciada para combustíveis de matriz renovável no País. A defesa ocorreu após participação do pernambucano no 5º Prêmio Top Etanol, que homenageia inovações no setor.

Eleições 2014 - Eduardo Campos defende política fiscal diferenciada para combustíveis renováveis
Eleições 2014 – Eduardo Campos defende política fiscal diferenciada para combustíveis renováveis

“Quando discutirmos uma estrutura tributária nova no Brasil, com uma perspectiva de não aumentar carga, mas a gente precisa ter um diferencial entre o que é combustível fóssil e o que é combustível renovável”, disse.

Para o ex-governador, essa política fiscal também deve servir para aperfeiçoar políticas de mobilidade urbana. Campos também voltou a criticar a gestão do governo da presidente Dilma Rousseff (PT) sobre o setor energético no País.

“A gente precisa deixar que o mercado regule esse setor. A gente precisa superar essa fase em que as interferências do Estado nesse setor estão nos levando a situação em que estamos”, criticou.

“Nós precisamos de uma visão de longo prazo, de regras claras, de regras de mercado”, disse ainda.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).