Inicio » Mais Seções » Motor – 27 mil veículos são chamados para recall pela Hyundai

Motor – 27 mil veículos são chamados para recall pela Hyundai

A Hyundai iniciou na segunda-feira, 2, recall de 26.681 unidades do utilitário-esportivo ix35 por problemas no airbag. O risco é de proteção insuficiente ao motorista caso ocorra um acidente.

O chamado envolve apenas modelos importados da Coreia, fabricados no período de 3 de janeiro de 2011 a 23 de maio de 2013. A versão que começou a ser feita na fábrica do Grupo Caoa em Anápolis (GO) não está incluída.

As concessionárias da marca vão verificar o torque dos parafusos de fixação da bolsa de airbag do condutor, montados no volante do veículo.

A empresa informa que, em consequência de um eventual baixo torque (aperto) aplicado aos parafusos que fixam a bolsa de airbag durante a montagem do veículo, existe a possibilidade eles se soltarem.

“Caso ocorra algum acidente em que a bolsa venha a se inflar, é possível que sua expansão não ocorra na forma projetada, podendo reduzir a proteção conjunta com o cinto de segurança ao motorista, pelo menor amortecimento do corpo contra as partes fixas do veículo, agravando assim os ferimentos decorrentes”, diz a nota. Segundo a Hyundai, a bolsa não deixará de inflar devido a este defeito.

O chamado envolve apenas modelos importados da Coreia, fabricados no período de 3 de janeiro de 2011 a 23 de maio de 2013
O chamado envolve apenas modelos importados da Coreia, fabricados no período de 3 de janeiro de 2011 a 23 de maio de 2013

Risco de incêndio

O maior recall feito neste ano no Brasil, em maio, foi o da General Motors envolvendo 238.360 unidades dos modelos Agile, Celta, Classic, Cobalt, Cruze, Montana, Onix, Prisma e Spin por risco de incêndio.

Os modelos foram fabricados no período de 15 de outubro de 2013 a 23 de abril deste ano, todos com motores flex. Revendas da GM estão providenciando a substituição do filtro de combustível.

Segundo a empresa, foi constatada uma não conformidade na fabricação do filtro, o que pode ocasionar vazamento de combustível e incêndios.

“Há também a possibilidade de desligamento repentino do motor por falta de combustível, com risco de colisão e lesões graves ou até fatais aos ocupantes e terceiros”, alerta a nota da GM.

Do total de veículos envolvidos, 16.706 unidades do Classic, Cobalt, Montana e Spin já tinham sido objeto de convocação em fevereiro em razão do mesmo problema.

Na semana passada o Procon-SP notificou as empresas Mahle Metal Leve, Ipa Indústria de Produtos Automotivos e Inergy Automotive Systems por falhas no filtro do tanque de combustível fornecido à GM.

Agência Estado
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).