Inicio » Esporte » Copa 2018 » Copa 2014 – Estudo alemão simula 100 mil vezes e aponta Brasil campeão

Copa 2014 – Estudo alemão simula 100 mil vezes e aponta Brasil campeão

Brasil vence Argentina e é campeão da Copa do Mundo 2014. É isto que aponta um estudo feito por cientistas da Universidade de Esporte de Colônia, na Alemanha. Um grupo do Instituto de Investigação Cognitiva e de Jogos Esportivos, liderados por Daniel Memmert, junto com o matemático Fabian Wunderlich, desenvolveu uma técnica e simulou mil vezes o resultado do Mundial.

Copa 2014 - Estudo alemão simula 100 mil vezes e aponta Brasil campeão
Copa 2014 – Estudo alemão simula 100 mil vezes e aponta Brasil campeão

O estudo foi divulgado pelo jornal alemão Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung, e combina dados do ranking da Fifa com cotas de apostas atuais para fazer a previsão das competições. Eles avaliaram os desempenhos anteriores e informações atuais dos elencos, como chances de lesão.

O resultado final colocou o Brasil como favorito, com 20,4% de chances de ser campeão, bvatendo a Argentina, com 14, 7%. Espanha, com 12, 6%, e Alemanha, com 12,3%, aparecem na sequência como candidatas ao título.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).