Inicio » Esporte » Copa 2018 » Copa 2014 – Contra-ataque do México preocupa Felipão e jogadores

Copa 2014 – Contra-ataque do México preocupa Felipão e jogadores

O contra-ataque é apontado pelos brasileiros como um dos principais, senão o principal, recurso do México. Ao mesmo tempo, as bolas nas costas dos laterais da seleção têm sido uma das preocupações do técnico Luiz Felipe Scolari. Por isso, no curto treino coletivo deste domingo, ele procurou melhorar o posicionamento defensivo, pensando em correr o menor risco possível na partida desta terça-feira no Castelão.

O lado direito da defesa da seleção tem se apresentado como o mais vulnerável desde os amistosos que antecederam a estreia na Copa. E no jogo contra a Croácia Daniel Alves levou várias bolas nas costas, exigindo intenso trabalho de cobertura. Esse foi um dos pontos enfatizados no domingo e certamente será nesta segunda-feira, no treino de reconhecimento do gramado do Castelão. Os últimos 45 minutos serão fechados, sem a presença de torcedores e jornalistas.

Seleção mexicana tem um bom contra-ataque. Foto: AFP
Seleção mexicana tem um bom contra-ataque. Foto: AFP

Pelo que se observou no treino, o zagueiro Thiago Silva deve ser o primeiro encarregado de dar cobertura a Daniel Alves, com Luiz Gustavo cobrindo o seu setor. Mas, dependendo da velocidade da jogada e do posicionamento, o volante dará socorro direto ao lateral. Oscar também tem como missão ajudar, como fez contra os croatas, fechando espaços no campo defensivo e, se for possível, roubando bolas ainda no início das jogadas mexicanas.

No entanto, se Hulk não jogar, Ramires ficará com a responsabilidade de dar apoio na cobertura dos buracos na lateral-direita. Oscar, neste caso, passará a se preocupar mais em dar suporte ao lado esquerdo da defesa brasileira. As subidas de Marcelo e o consequente espaço deixado às suas costas também devem merecer atenção especial, pois Herrera e Aguillar costumam ocupar bastante o lado direito do ataque mexicano.

PREOCUPAÇÃO – Pelo menos foi assim contra Camarões, quando o time asteca fez mais ações ofensivas pela direita – até pelo fato de o principal jogador do time, o meia Giovani dos Santos, atuar pelo setor – mais do que pela esquerda, com Guardado e os avanços do ala Layon. O meia, que joga no Villarreal da Espanha, aliás, é uma preocupação à parte: “Eles têm um jogador que admiro muito, o Giovani dos Santos. Temos de nos preocupar com ele, que é habilidoso e se movimenta bem’’, disse, neste domingo, o atacante Hulk. No entanto, ele pondera: “O forte do México é o coletivo”.

O zagueiro David Luiz deve fazer a cobertura do lateral-esquerdo Nos minutos finais do treino deste domingo, no entanto, Felipão colocou Thiago Silva pelo lado esquerdo da defesa e por duas vezes ele foi o primeiro a socorrer Marcelo – talvez pelo fato de David Luiz ser intempestivo e entrar para “rachar’’ ao sair para a cobertura, o que o torna mais exposto a um cartão. Luiz Gustavo também socorre o lateral-esquerdo, quando necessário, e Hulk (se jogar) ou Oscar também estarão encarregados de ajudar.

Felipão também quer que os homens de frente e Paulinho, dependendo das circunstâncias, pressionem a saída de bola mexicana para evitar a armação de contra-ataques. “O México tem uma boa saída de bola, também, e contra-ataques rápidos’’, observou o meia Oscar, para quem o Brasil estará “afinado’’ na tarde de terça. “Antes do primeiro jogo treinamos o melhor jeito de enfrentar a Croácia e agora faremos o mesmo em relação ao México’’.

Fonte: Agência Estado
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).