Inicio » Nacional » Brasil – PM estuda separar Corpo de Bombeiros da corporação em São Paulo

Brasil – PM estuda separar Corpo de Bombeiros da corporação em São Paulo

De acordo com reportagem publicada nesta sexta-feira pelo Jornal Folha de São Paulo, o comando da Polícia Militar de São Paulo estuda a possibilidade de desvincular de seus quadros o efetivo do Corpo de Bombeiros. Caso a medida seja autorizada pelo governador Geraldo Alckmin cerca de 8 mil cargos poderiam ser utilizados para a contratação de policiais de rua.

Brasil - PM estuda separar Corpo de Bombeiros da corporação em São Paulo
Brasil – PM estuda separar Corpo de Bombeiros da corporação em São Paulo

O efetivo da PM conta com 90 mil homens, incluindo a corporação dos bombeiros. Segundo o periódico, a intenção do comandante da PM paulista, Benedito Meira, é que o número total de soldados seja de policiais voltados ao combate à criminalidade. Os bombeiros formariam uma instituição separada. A Secretaria da Segurança Pública informou que ainda não há uma previsão de conclusão do estudo.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).