Inicio » Esporte » Copa 2018 » Copa 2014 – Felipão critica Globo por leitura labial: “grande palhaçada”

Copa 2014 – Felipão critica Globo por leitura labial: “grande palhaçada”

O técnico Luiz Felipe Scolari aproveitou a entrevista após a vitória por 4 a 1 sobre Camarões na tarde desta segunda-feira para criticar a detentora dos direitos de transmissão da Copa do Mundo, Rede Globo. O treinador reclamou do quadro Jogo Falado, do programa Fantástico, no qual as falas do técnico são identificadas por leitura labial e expostas ao público.

Felipão comanda a Seleção Brasileira da beira do gramado
Felipão comanda a Seleção Brasileira da beira do gramado

Felipão reclamou da Globo enquanto falava sobre o posicionamento de Oscar, que no primeiro tempo jogou próximo demais aos atacantes, o que fez com que deixasse vazio o meio-campo. A consequência disso foram os chutes longos da defesa para o ataque, já que o meia deveria fazer essa ligação. O técnico tentou alterar isso antes do intervalo, mas encontrou dificuldades para passar instrução.

“No jogo, ninguém escuta ninguém. O problema é que agora tem uma TV querendo ouvir e eu acho isso uma grande palhaçada. Não temos nem liberdade para trabalhar em campo”, afirmou Felipão. Na estreia, na vitória por 3 a 1 sobre a Croácia, o treinador foi flagrado, entre outras coisas, cobrando mais vontade do jogador, enquanto dizia “está muito morno, muito morno”.

O quadro é usado pela emissora desde a Copa do Mundo de 2006, naAlemanha, quando expunha as frases do técnico Carlos Alberto Parreira, hoje assistente-técnico de Felipão, e do então assistente Mario Jorge Lobo Zagallo. A leitura labial já era uma preocupação de Scolari, que nos treinos na Granja Comary chegou a dar instruções cobrindo a boca – os jogadores também têm usado essa tática.

Curiosamente, o Fantástico não fez a leitura labial do segundo jogo da Seleção Brasileira, o empate contra o México por 0 a 0, no Castelão, em Fortaleza. No programa de domingo, escolheu a vitória doChile por 2 a 0 sobre a Espanha, depois de flagrar o volante Marcelo Díaz gritando “Fuera. Adiós, España” (“Fora. Adeus, Espanha”) na comemoração de um dos gols. O resultado eliminou os atuais campeões mundiais.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).