Inicio » Colunistas » Coluna – A UNIMONTES PARABENS – III

Coluna – A UNIMONTES PARABENS – III

           O evento recentemente promovido pela UNIMONTES concernente a importância de a música ser efetivamente legitimada como conteúdo curricular, conforme determina a Lei de exigência ao trabalho com esta arte nas escolas atesta, uma vez mais, a importância da universidade no seu papel verdadeiramente político de identificar demandas e atuar como elo e suporte para iniciativas favoráveis e necessárias a superação de déficits históricos que levam a melhoria da educação em nosso país, sobretudo em áreas determinantes para o processo de construção dos conhecimentos. Isso, conforme vem sendo brilhante e notadamente priorizado pela referida instituição, ao longo dos anos, com gestões que têm respondido aos anseios e expectativas da sociedade, no papel que lhes compete, com incremento de propostas de excelência compatíveis com a história e expressividade da nossa universidade, suporte de todo o crescimento esplendoroso que vem experimentando  nossa Montes Claros.

Coluna - A UNIMONTES PARABENS – III
Coluna – A UNIMONTES PARABENS – III

Considera-se, nessa perspectiva, a grandiosidade do referido evento que seguramente instigou em gestores, sistemas e profissionais da educação uma motivação ainda maior para que os projetos políticos pedagógicos possam atentar para este direito que os alunos têm de usufruírem das belezas e dos efeitos altamente positivos da musica, tanto para aquisição de aprendizagens mais significativas quanto para o bem estar pessoal e coletivo. Isso, dado ao poder que a musicalidade tem em tocar a alma e despertar as múltiplas inteligências abrindo caminhos e criando situações novas  favoráveis a leveza, ao desdobramento e a capacidade  de posicionar e de aprender a aprender.

           Justificam, portanto, todas as prerrogativas e movimentos alusivos ao trabalho com musica que tende a favorecer uma predisposição maior de alunos e professores para adentrarem e se comprometerem cada vez mais com os fascínios e possibilidades do conhecimento para garantia na qualidade de vida das pessoas.

          O evento teve seguramente uma importância imensa para reafirmar, uma vez mais, quão tem sido decisivo, coerente e sério o desempenho da UNIMONTES não apenas na identificação de demandas mais para desencadear e provocar, concomitantemente, a necessidade do redimensionamento e da ressignificação de praticas e condutas. Isso, no sentido de se fazer cumprir não apenas a Lei mais fundamentos essenciais a provocação que desperta para busca de horizontes maiores. Sinalizando caminhos para o protagonismo no processo de construção de conhecimentos assentados na capacidade de exercer direitos essenciais de criticar, sonhar e se posicionar.

 Direitos que podem emergir também de contatos mais diretos e frequentes  com a musica que instiga a sensibilidade e massageia delicada e favoravelmente os dois lados do cérebro, justificando sobremaneira a intenção política da universidade de garantir reflexões acerca de temas abrangentes e que trazem contribuições expressivas para a formação de seres ativamente políticos como o é a musica em todas as versões e modalidades dessa arte milenar.

Jeny Canela Perosso –  Pós Graduada em Especialização do Pedagogo – Membro da Academia Feminina de Letras de Montes Claros

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).