Inicio » Mais Seções » Famosos » Morte de Michael Jackson completa 5 anos; relembre o ídolo

Morte de Michael Jackson completa 5 anos; relembre o ídolo

 Já se passaram cinco anos desde a morte do maior ídolo pop de todos os tempos, mas o mundo não esquece Michael Jackson. Até hoje, ele é considerado majestade na música e está mais presente do que nunca na história. Desde sua morte, em 2009, o rei do pop continuou ao lado dos fãs com dois álbuns póstumos, um documentário e shows.

O rei do pop morreu em 2009, em meio a polêmicas
O rei do pop morreu em 2009, em meio a polêmicas

Durante o Billboard Music Awards deste ano, o ídolo fez uma aparição emocionante em forma de holograma, com direito a coreografias e dançarinos ao lado, apresentando a música Slave To The Rhythm. Além disso, o cantor ganhou um espetáculo inteiro do Cirque du Soleil em sua homenagem, The Immortal. Todos os projetos enfrentaram um período de liberação da Justiça, mas saíram do papel para alegria dos fãs.

Os lançamentos dos discos Michael e Xscape trouxeram nada menos que 18 faixas novas, com direito a parcerias com Akon e Lenny Kravitz. Segundo Zack Greenburg, autor do livro Michael Jackson Inc., “Michael Jackson está ganhando mais dinheiro agora do que ganhava no início de sua carreira. Desde a sua morte, foram acumulados cerca de US$ 700 milhões (mais de R$ 1 bilhão).

Apesar do sucesso contínuo, as polêmicas envolvendo sua morte não acabaram. Em março deste ano, o médico de Michael, Conrad Murray, que ficou dois anos preso após ter sido considerado responsável pela morte do cantor, voltou a exercer sua profissão de cardiologista, cuidando de crianças com problemas de coração.

Multifacetário Michael
Cantor, empresário, compositor. O artista esteve sempre envolvido em polêmicas. Durante seus anos de carreira, foi alvo de crítica dos jornais por tentar mudar a aparência. Além das inúmeras cirurgias, a controvérsia sobre sua doença incurável, o vitiligo, ainda paira: a opinião pública o critica pelo fato dele não aceitar sua cor, negra.

Infância e adolescência
Michael Jackson nasceu em 29 de agosto de 1958 em Gary, Indiana, o sétimo de nove irmãos. Cinco dos irmãos Jackson – Jackie, Tito, Jermaine, Marlon e Michael – apresentaram-se juntos pela primeira vez em um programa de calouros quando Michael tinha 6 anos. Eles levaram o primeiro prêmio. O grupo, mais tarde, tornou-se o The Jackson Five, e, quando assinou contrato com a gravadora Motown Records, no final dos anos 1960, passou por uma metamorfose final, virando The Jackson 5. Michael Jackson fez seu primeiro álbum solo em 1972.

Casamento e família
Em 1994, Jackson casou-se com a filha única de Elvis Presley, Lisa Marie, mas o casamento terminou em 1996. No mesmo ano, Jackson oficializou sua união com Debbie Marie Rowe e eles tiveram dois filhos antes de se separarem, em 1999. Apesar do relacionamento, eles nunca moraram juntos. Jackson tem três filhos: Prince Michael I, Paris Michael e Prince Michael II, apelidado de Blanket.

Volta por cima
Depois de vários recomeços falsos, Jackson e a promotora musical AEG Live anunciaram que ele faria 50 shows na O2 Arena em Londres. A previsão era que o cantor começasse os concertos da turnê This is It em 13 de julho de 2009. Jackson vinha ensaiando na região de Los Angeles para os shows em Londres, cujos ingressos esgotaram horas depois de começarem a ser vendidos, em março.

Anúncio da Morte
Michael Jackson morreu na tarde de uma quinta-feira (25 de junho de 2009) após sofrer uma parada cardíaca e ser levado às pressas para o hospital UCLA Medical Center, em Los Angeles, nos EUA. Aos 50 anos, o cantor não respirava quando os paramédicos chegaram à sua casa. Ele deu entrada no hospital em estado de coma. A morte de Jackson foi confirmada por um porta-voz do Instituto Médico Legal de Los Angeles em entrevista à rede de TV CNN pouco antes das 20h30 (horário de Brasília).

Conrad Murray
Contratado pela AEG Live (empresa responsável pela turnê This is It) para tomar conta da saúde do astro, o médico particular do popstar, Conrad Murray, foi apontado como principal suspeito de sua morte. Murray foi acusado de homicídio culposo (aquele que não tem a intenção de matar) em fevereiro de 2010 por causa da overdose de medicamentos e uma intoxicação com o anestésico Propofol, que levaram Michael ao óbito. Sua morte foi constatada vinte minutos depois de receber uma injeção de Propofol, enquanto o doutor se ausentou para atender a uma ligação telefônica. Murray foi condenado a dois anos de prisão.

*Com informações de Reuters, AFP, Washington Post, New York Times e TMZ.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).