Inicio » Minas Gerais » MG – Radares em rodovias mineiras têm velocidade alterada

MG – Radares em rodovias mineiras têm velocidade alterada


Reviewed by:
Rating:
5
On 27 de junho de 2014
Last modified:17 de dezembro de 2014

Summary:

MG - Radares em rodovias mineiras têm velocidade alterada

Os radares das rodovias LMG-800 e MG-424 voltaram a permitir velocidade máxima de 110 Km/h para veículos leves e 80 Km/h para veículos pesados. As duas estradas dão acesso ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, e as velocidades foram alteradas após a conclusão das obras nas duas pistas.
 
MG - Radares em rodovias mineiras têm velocidade alterada
MG – Radares em rodovias mineiras têm velocidade alterada

A nova configuração dos radares eletrônicos já foi feita e, a partir da próxima segunda-feira (30), os veículos que passarem por esses pontos em velocidade acima da permitida serão multados. 

 
A rodovia MG-455, próxima à cidade de Poços de Caldas, no Sul do Estado, também teve os radares reconfigurados e a partir da próxima segunda-feira, eles voltam a multar motoristas que trafegarem acima do limite indicado, no quilômetro 38,7.
 
Estudo técnico
 
Os radares são instalados pelo DER/MG após elaboração de estudo técnico e implantação de projeto específico de sinalização. Os equipamentos só entram em operação depois de aferidos pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Minas Gerais (Ipem-MG), órgão credenciado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial (Inmetro), e em conformidade com as determinações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Atualmente, 240 equipamentos fixos estão em operação nas rodovias mineiras. (*Com Agência Minas)

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).