Inicio » Esporte » Copa 2018 » Copa 2014 – Favorita Holanda enfrenta o México, que deseja superar traumas na oitavas

Copa 2014 – Favorita Holanda enfrenta o México, que deseja superar traumas na oitavas

Holanda e México se enfrentam pelas oitavas de final da Copa do Mundo no domingo em Fortaleza (13H00), com a seleção europeia como favorita e os mexicanos na expectativa de superar um fantasma: a equipe foi eliminada nesta fase nos últimos cinco Mundiais.

"Não há espaço para erros", diz Van Persie
“Não há espaço para erros”, diz Van Persie

A Holanda do técnico Louis Van Gaal, que depois da Copa assumirá o comando do Manchester United, mostrou na primeira fase que tem condições de conquistar seu primeiro título mundial.

Depois de humilhar a Espanha, atual campeã do mundo, com uma goleada de 5-1 na estreia, os holandeses derrotaram a Austrália por 3-2 e o Chile por 2-0 e garantiram o primeiro lugar do Grupo B.

O México deseja mostrar que superou os complexos de outras edições. No Grupo A, a equipe venceu Camarões (1-0) e Croácia (3-1), além de ter segurado o 0-0 contra o país da casa, Brasil, graças a uma grande atuação do goleiro Ochoa.

Mas o México, atual campeão olímpico, terá um desfalque, José Juan ‘Gallito’ Vázquez, meia que será substituído pelo veterano Carlos Salcido.

A Holanda não poderá contar com o meia Leroy Fer, autor de um dos gols na vitória sobre o Chile, que sofreu um estiramento na coxa esquerda durante um treino.

O México parece ter encontrado no midiático técnico Miguel Herrera uma fonte de motivação.

Com as comemorações exageradas dos gols mexicanos na primeira fase, Herrera se tornou um dos personagens da Copa.

“Nossa ilusão cresce cada dia mais, nosso sonho fica mais forte, mais real, a cada dia”, disse o técnico.

A Holanda mostrou nesta Copa um futebol mais pragmático, mas com momentos de brilho. A equipe deixa a bola com o adversário e aposta em contra-ataques fulminantes, ao contrário do sistema aplicado nas últimas décadas, quando a equipe laranja tomava a iniciativa do jogo.

Na partida contra o Chile, a Holanda teve apenas 36% de posse de bola, mas finalizou mais vezes que o time sul-americano.

O aparente desinteresse da Holanda pela posse de bola surpreendeu a muitos, que consideraram a tática quase uma traição à identidade do futebol praticado no país. O maior ídolo do ‘futebol total’ holandês, Johann Cruyff, questionou o sistema de Van Gaal e pediu o retorno do 4-3-3.

Mas Van Gaal não se deixou abalar com as reclamações.

“Não vou ao Mundial para ganhar um prêmio de beleza”, disse.

Para o México, a partida representa dois desafios: acabar com a maldição das oitavas, fase em que o país foi eliminado nos últimos cinco Mundiais, e superar um rival que não consegue vencer desde um amistoso em 1961.

Desde então foram quatro partidas, três amistosos, que terminaram com vitórias da Holanda, e uma oficial, na fase de grupos da Copa da França-1998, que acabou com o placar de 2-2.

O México deseja fazer história e alcançar a fase de quartas de final pela primeira vez fora de casa. A seleção mexicana alcançou esta fase em 1970 e 1986, quando disputou o torneio em casa.

México: Guillermo Ochoa – Paul Aguilar, Francisco Rodríguez, Rafael Márquez (cap), Héctor Moreno, Miguel Layún – Héctor Herrera, Carlos Salcido, Andrés Guardado – Oribe Peralta, Giovani Dos Santos. DT: Miguel Herrera.

Holanda: Jasper Cillessen – Daryl Janmaat, Stefan de Vrij, Ron Vlaar, Bruno Martins Indi, Daley Blind; Nigel de Jong, Wesley Sneijder, Georginio Wijnaldum; Robin Van Persie (cap), Arjen Robben. DT: Louis Van Gaal.

AFP

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).