Inicio » Mais Seções » Saúde – Barulhos demais podem causar doença cardíaca e ganho de peso

Saúde – Barulhos demais podem causar doença cardíaca e ganho de peso

Estamos cercados pelos sons de máquinas, do trânsito e tantos outros que fazem parte da vida moderna. Mas ouvir esses ruídos por muito tempo ou na hora errada pode causar danos silenciosos à saúde.

Estudos mostram que os problemas não são somente nos ouvidos, mas também nos vasos sanguíneos e coração. Na última semana, especialistas se reuniram no Japão para discutir a relação da poluição sonora com o ganho de peso. Pesquisadores da Universidade de Karolinska, na Suécia, descobriram ainda no ano passado que quanto mais alto e ruído do tráfego as pessoas eram expostas, maior era a circunferência de suas cinturas. As informações são do Daily Mail. 

Pesquisadores apresentaram diversos estudos sobre o assunto
Pesquisadores apresentaram diversos estudos sobre o assunto

No último mês a descoberta dos pesquisadores da universidade foi ainda mias dramática em relação ao barulho emitido por aviões. Após acompanhar a vida de 5 mil pessoas por 10 anos, relataram que as cinturas aos mais expostos ao ruído das aeronaves aumentaram, em média, 6 centímetros. Pesquisadores do Imperial College de Londres descobriram que altos níveis de exposição ao ruído ainda pode elevar em 20% o risco de hospitalização por doenças cardíacas. 

Os efeitos da poluição sonora são ainda sentidos por bebês no útero. Em outros estudos apresentados na conferência da semana passada, pesquisadores da Universidade de Utrecht, na Holanda, examinaram dados de mais de 68 mil nascimentos e descobriram que, para cada aumento de seis decibéis do ruído do tráfego, houve uma queda de 15g a 23g no peso do bebê no nascimento. O baixo peso ao nascer está associado a uma série de problemas de saúde a longo prazo, como pressão arterial alta, diabetes e doenças cardíacas.

Uma análise aprofundada da pesquisa publicada na Lancet em outubro de 2013 mostrou que o barulho também pode perturbar o sono e aumentar o risco de hipertensão e doenças cardiovasculares. Nos alunos, afeta o desempenho acadêmico. “Estamos reunindo mais evidências de que o ruído no ambiente pode ter um efeito direto sobre a saúde”, disse Adrian Davis, um dos autores da pesquisa.

O mais intrigante, porém, é que a poluição sonora pode afetar o individuo mesmo sem ele conscientemente ouvi-la. À noite, o tráfego pesado é uma das principais causas de insônia, com todas as repercussões ruins, tais como depressão, ganho de peso, aumento dos níveis de açúcar no sangue e sonolência diurna. E, para isso, a pessoa não precisa acordar. Quando os pesquisadores do Imperial College, monitoraram voluntários dormindo, registraram aumento da pressão até mesmo em resposta de ruídos baixos, que não despertaram o individuo.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).