Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Festival de Inverno expõe o patrimônio de Grão Mogol e região

Norte de Minas – Festival de Inverno expõe o patrimônio de Grão Mogol e região

Desde hoje cedo, Grão Mogol ganhou faixas coloridas em vários pontos importantes da cidade, faixas que nada tinham a ver com o jogo de Brasil contra Alemanha. As faixas eram sinais de que a atmosfera do I Festival de Inverno de Grão Mogol – Circuito Lago de Irapé já se faz presente.

Abertura será nesta quinta-feira às 19h no Presépio Mãos de Deus
Abertura será nesta quinta-feira às 19h no Presépio Mãos de Deus

Imagina um grupo de atores convocados pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) para contar aos grãomogolenses o que foi apurado sobre Grão Mogol como sede do município, por meio de uma pesquisa acadêmica.

Certamente, os atores deverão revelar informações sobre essa cidade comparada a um diamante em processo de lapidação, que nem mesmo os filhos desta terra ouviram falar um dia. Com uma vantagem, os atores vão contar a história de Grão Mogol e estarão ali, em carne e osso, num palco, ao alcance do público – não é como pegar um livro e ler a mesma história; é mais do que isso.

Este e vários outros eventos transcorrerão durante o I Festival de Inverno de Grão Mogol – Circuito Lago de Irapé, que iniciará, nesta quinta-feira, as 19h, no Presépio Natural Mãos de Deus, com a presença do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Eduardo Bernis, recepcionado pelo prefeito Jéferson Augusto de Figueiredo e Lúcio Bemquerer, construtor da obra.

A coordenação do festival é da Unimontes, por intermédio da Pró-Reitoria de Extensão Cultural e de Apoio ao Estudante (CAE), com a parceria da Prefeitura de Grão Mogol, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, e dos municípios do entorno do Lago da Hidrelétrica de Irapé.

Do dia 10 a 20 deste mês, os participantes do festival terão shows musicais, palestras, concerto de orquestra sinfônica, teatro, encontro de serestas, atendimento a comunidade e uma caminhada ecológica pela Trilha do Barão, que tem percurso total de 30 quilômetros, ida e volta por um caminho de pedras do qual se veem belas paisagens.

O prefeito Jéferson Augusto de Figueiredo considera o festival como uma boa oportunidade de divulgação do potencial turístico da região e dos talentos de suas gentes. Doze cidades do Circuito Lago de Irapé participarão do evento, cada uma delas com pelos menos três tipos de apresentações: Berilo, Botumirim, Chapada do Norte, Cristália, Curral de Dentro, Grão Mogol, José Gonçalves de Minas, Leme do Prado, Novorizonte, Padre Carvalho, Turmalina e Veredinha.

O reitor da Unimontes, João dos Reis Canela resume os objetivos do festival em poucas palavras: “Incentivar e divulgar a riqueza cultural da região”. A intenção é transformar a região numa espécie de vitrine para mostrar arte, cultura, música, dança e o artesanato dos 12 municípios do circuito, cujas características são próprias deste interior mineiro depositário de histórias dignas de serem narradas de várias maneiras, diferentemente de outras gentes deste Estado vibrante de Minas Gerais.

Por Albero Sena

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).