Inicio » Esporte » Copa 2018 » Copa 2014 – Poupado em humilhação, David Luiz vê sofrimento “proveitoso”

Copa 2014 – Poupado em humilhação, David Luiz vê sofrimento “proveitoso”

Na maior derrota do Brasil em Copas do Mundo, apenas um jogador foi poupado e teve o nome gritado pelos torcedores após aAlemanha golear por 7 a 1: David Luiz. O zagueiro talvez seja um dos poucos atletas brasileiros que deixa o Mundial de 2014 em alta com os fãs.

Copa 2014 - Poupado em humilhação, David Luiz vê sofrimento "proveitoso"
Copa 2014 – Poupado em humilhação, David Luiz vê sofrimento “proveitoso”

Com dois gols na Copa, David Luiz tem mais gols que o criticado Fred – apenas um contra Camarões. Com carisma e empenho nos jogos duros contra Colômbia e Chile, o defensor foi escolhido para ser o capitão contra a Alemanha após a suspensão de Thiago Silva.

David entrou em campo com a camisa 10 de Neymar nos braços como homenagem ao craque que deixou a competição, após fraturar uma das vértebras em uma dividida com Camilo Zúñiga nas quartas de final.

No jogo, David Luiz começou empolgado e tentando empurrar o Brasil contra os alemães. No entanto, no desenvolvimento do jogo, o camisa 4 pouco pôde fazer para parar o ataque alemão e não aguentou o choro após o apito final.

“A gente não conseguiu fazer quase nada e eles fizeram um excelente jogo em todos aspectos, uma partida atípica em que conseguiram quatro gols em seis minutos, acho que nunca tinha visto isso. Aconteceu e ninguém estava à espera disso”, disse.

“O que eu mais queria era poder alegrar meu povo e minha gente, ganhando o hexa, nosso povo que sofrem com inúmeras coisas no nosso país, pelo menos poder dar essa alegria no futebol. Infelizmente não aconteceu agora. Serve de aprendizado e amadurecimento. A vida não acabou, mas a dor é muito grande. Aquilo que não te mata te torna mais forte”, completou.

Aos 27 anos, David Luiz é um dos jogadores que devem ser mantidos para o próximo ciclo de quatro anos. Negociado do Chelsea para o PSG, o jogador foi questionado se gostaria de acordar a uma semana da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, depois do vexame desta terça. O defensor negou essa hipótese e vê o sofrimento nos próximos quatro anos como positivo para amadurecer.

“Gosto de aprender na vida, gosto de crescer e amadurecer, talvez se eu dormisse agora e acordasse uma semana antes da Copa da Rússia, de repente eu não estaria tão forte. Temos que viver dia após dia para poder em quatro anos estar lá e aprender com esse tempo todo. Amadurecido, vivido porque a gente só aprende vivendo, seja o lado bom ou o lado mal”, comentou.

David Luiz foi considerado o jogador mais carismático e que deu mais atenção aos torcedores na Granja Comary e nas cidades pelas quais passou a Seleção Brasileira. O jogador afirmou que as vaias no Mineirão foram merecidas em razão da surpresa pela superioridade alemão.

“Nunca fugi de nada, sempre tive grande caráter em todos os momentos e nesta hora é pedir desculpas para todos brasileiros e o meu muito obrigado porque todos os lugares que a gente passou. Infelizmente no final teve vaia, o que é natural porque todo mundo tem coração e está revoltado”, disse.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).