Inicio » Política » Eleições 2014 – Aécio Neves encontra Durão Barroso e critica política externa

Eleições 2014 – Aécio Neves encontra Durão Barroso e critica política externa


Reviewed by:
Rating:
5
On 21 de julho de 2014
Last modified:17 de dezembro de 2014

Summary:

Eleições 2014 - Aécio Neves encontra Durão Barroso e critica política externa

O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, criticou nesta segunda-feira (21) a política externa brasileira, após se encontrar com o presidente da Comissão Europeia, o português José Manuel Durão Barroso. O tucano atacou a suposta prioridade do governo da presidente e candidata à reeleição pelo PT Dilma Rousseff a uma política externa que daria prioridade ao “alinhamento ideológico”.

Segundo Aécio, Durão Barroso (esquerda) estaria tentando antecipar entendimentos com o Mercosul
Segundo Aécio, Durão Barroso (esquerda) estaria tentando antecipar entendimentos com o Mercosul

“Foi um oportunidade de falarmos um pouco sobre Europa e Mercosul. Tanto eu quanto ele percebemos que o atraso das negociações da parceria do Mercosul com a União Europeia, na verdade, está impedindo o Brasil de já receber benefícios importantes dessa parceria”, declarou Aécio após a conversa, no Hotel Sofitel, em Copacabana, na zona sul do Rio. 

“Não é desconhecido do mundo que a União Europeia tem feito parcerias bilaterais com vários países, com várias regiões, inclusive com a nossa, com a Aliança do Pacífico e agora com os Estados Unidos e tudo isso vai tirando espaço das negociações que poderiam beneficiar o Brasil. Infelizmente,temos hoje uma política externa que prioriza o alinhamento ideológico em detrimento de parcerias comerciais que poderiam gerar mais renda mais emprego, a inclusão das empresas brasileiras nas cadeias globais de produção.”

Segundo Aécio, Durão Barroso estaria tentando antecipar entendimentos com o Mercosul. “Infelizmente, essa agenda ficou para 2015. No momento em que nós tivermos um governo que não busque apenas aliança entre vizinhos, mas alianças que possam ajudar a desenvolver a nossa economia, o entendimento com a União Europeia vai avançar. Espero que isso possa ocorrer a partir de 2015”, afirmou.

Agência Estado

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).