Inicio » Mais Seções » Entretenimento » ‘Império’ – Zé Alfredo assume legado do patrão após ataque

‘Império’ – Zé Alfredo assume legado do patrão após ataque

No primeiro capítulo da novela Império, que passa a ser exibida nesta segunda-feira (21) pela Globo, José Alfredo (Chay Suede) embarca em uma nova vida após sofrer uma grande decepção amorosa. Guarda-costas de Sebastião (Reginaldo Faria), um negociante de diamantes, o jovem viaja ao Monte Roraima, onde recebe a ordem de atirar em qualquer pessoa que se aproximar da barraca durante a noite. É nessa hora que ele dá uma arma ao rapaz e vai dormir.

Personagem de Chay Suede não consegue salvar o patrão de um ataque
Personagem de Chay Suede não consegue salvar o patrão de um ataque

Zé fica de plantão, mas acaba cochilando por alguns instantes. Ao despertar, vê o vulto do garimpeiro Bigode (Ed Oliveira) em cima do chefe, que parte para cima de Zé Alfredo com um facão sujo de sangue. Sem pestanejar, o agora guarda-costas atira e mata o sujeito.

Ao ver que Sebastião foi esfaqueado, Zé tenta socorrê-lo, mas já é tarde demais. Em seu leito de morte, o negociante decide deixar seu legado para o garoto. “Compre as pedras amanhã. Separe algum dinheiro. Volte para o Rio, tire passaporte… Viaje para Zurique”, diz. No dia seguinte, Zé Alfredo, sempre com a arma em punho, negocia com os homens do monte, troca os dólares pelas pedras preciosas e avisa que voltará em breve, antes de partir no helicóptero.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).