Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Prefeitura vai substituir leucenas por árvores adequadas ao ambiente urbano

Montes Claros – Prefeitura vai substituir leucenas por árvores adequadas ao ambiente urbano

A Prefeitura de Montes Claros, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), e em parceria com a Cemig, irá realizar um trabalho de controle de população das leucenas, espécie de árvore que se alastrou no município, ocupando o espaço de espécies nativas. 

Montes Claros - Prefeitura vai substituir leucenas por árvores adequadas ao ambiente urbano
Montes Claros – Prefeitura vai substituir leucenas por árvores adequadas ao ambiente urbano

A ação que será realizada pela SEMMA inclui a supressão de exemplares deste tipo de árvore, substituindo os indivíduos suprimidos por espécies nativas ou exóticas não invasoras. Na primeira etapa, serão submetidas à supressão as árvores localizadas na Avenida Mestre Fininha (82 indivíduos), no Parque Municipal Milton Prates (50) e no Parque Guimarães Rosa (116). Estas serão substituídas pelas espécies Aroeira, Ipê, Pau d’ Óleo, Angico, Escumilha-Africana, Resedá, Farinha Seca e Jacarandá-Mimoso. 

O replantio será realizado com a mobilização de escolas, promovendo a educação ambiental através da participação dos alunos no plantio de mudas destas espécies. 

A Cemig é parceira do projeto devido ao fato de que as leucenas, muitas vezes, provocam problemas na rede elétrica, com o seu crescimento desordenado. Em Montes Claros também existem muitos registros de tombamento destas árvores. 

A LEUCENA – A Leucaena leucophala, conhecida popularmente como Leucena, pertence à família FABACEAE, e é uma espécie perene, originada da América Central e atualmente disseminada por toda região tropical. Possui crescimento rápido, grande potencial de rebrota e dispersão de grande quantidade de sementes, através das vagens. A Leucena foi catalogada como uma das 100 espécies mais invasoras do Planeta, conforme a União Internacional para a Conservação da Natureza – IUNC. As exóticas são vistas como segunda causa mundial da perda da biodiversidade, competindo com as espécies nativas. Em Unidades de Conservação, estas espécies se reproduzem e se alastram propiciando prejuízos irreversíveis, como impedimento da regeneração e extinção de nativas. 

Os problemas causados pela espécie Leucena nas áreas urbanas incluem: quedas, que podem causar prejuízos materiais e até colocar vidas em risco; interrupção de energia elétrica, devido ao crescimento de seus galhos; entupimentos das redes de águas pluviais, causados por suas sementes, folhas e vagens; além da sujeira no ambiente urbano.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).