Inicio » Nacional » Brasil – Detento receberá indenização pela morte da mãe no RN

Brasil – Detento receberá indenização pela morte da mãe no RN

O estado do Rio Grande do Norte foi condenado pela Justiça a indenizar um detento em R$ 200 mi pela morte de sua mãe em uma ação violenta da Polícia Militar, ocorrida 2001. Segundo o tribunal de justiça potiguar, ao ir até o Hospital de Custódia do Estado do RN, onde o filho estava recluso após ser preso pelo crime de homicídio e ter constatado que sofre de problemas mentais, a mãe do autor viu dois policiais militares assassinarem um detento. Logo após o crime, ela também foi assassinada como “queima de arquivo”.

Brasil - Detento receberá indenização pela morte da mãe no RN
Brasil – Detento receberá indenização pela morte da mãe no RN

Segundo o autor da ação, a morte de sua mãe lhe causou abalo moral. Os cabos Joaquim dos Santos Mendes e João Maria de Andrade foram condenados em 2010 a 38 anos de prisão por homicídio qualificado.

Sobre a responsabilidade civil do Estado no caso da mãe do detento, o magistrado considerou bem caracterizada “em virtude de que os integrantes da Polícia Militar do Estado cometeram o brutal crime contra a vítima, tirando a vida de um inocente, uma mãe devota, numa atitude absolutamente inaceitável”. 

 
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).