Inicio » Mais Seções » Ciência » Vírus HIV é destruído em uma célula pela primeira vez

Vírus HIV é destruído em uma célula pela primeira vez


Reviewed by:
Rating:
5
On 22 de julho de 2014
Last modified:17 de dezembro de 2014

Summary:

Vírus HIV é destruído em uma célula pela primeira vez

Os pesquisadores fizeram uma espécie de ‘cirurgia’ nas células e encontraram uma maneira de operar o DNA e destruir o vírus da Aids. “É uma descoberta importante porque, pela primeira vez, mostramos que o vírus pode ser erradicado de uma cultura de células humanas”, disse o médico Kamel Khalili, que liderou a pesquisa, à CBS.

Vírus HIV é destruído em uma célula pela primeira vez
Vírus HIV é destruído em uma célula pela primeira vez

“Basicamente, convertemos células infectadas a não infectadas, e isso é muito importante porque as terapias atuais não conseguem eliminar o vírus das células”, explicou Khalili.

O médico mostrou um fragmento de célula infectada pelo HIV, destacada em verde. Então, ele apresentou outro fragmento em que o HIV havia desaparecido, resultado da cirurgia de genes da pesquisa de Temple. “Temos um método para eliminar o HIV das células em laboratório”, contou Khalili.

“Agora o próximo passo é encontrar uma maneira de transpor a descoberta dos laboratórios para os seres humanos”, continuou. O processo ainda é muito complexo para ser realizado em um organismo completo, já que existe uma variedade enorme de células infectadas, mas é um primeiro passo importante.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).