Inicio » Internacional » África » África – Médico americano é diagnosticado com ebola na Libéria

África – Médico americano é diagnosticado com ebola na Libéria

Um médico americano que colabora na luta contra a epidemia de febre hemorrágica produzida pelo vírus do ebola em vários países da África ocidental foi infectado na Libéria, anunciou a organização humanitária para a qual trabalha.

Dr. Kent Brantly, à esquerda, trata de pacientes com ebola em Monróvia, na Libéria
Dr. Kent Brantly, à esquerda, trata de pacientes com ebola em Monróvia, na Libéria

A Samaritan’s Purse (SP), uma associação beneficente cristã, anunciou em seu site no sábado que o médico Kent Brantly havia sido colocado em quarentena no hospital ELWA de Monróvia, capital da Libéria.

“Estamos otimistas sobre sua recuperação, mas ainda não está certamente fora de perigo”, declarou à AFP neste domingo a porta-voz de SP, Melissa Strickland.

Segundo ela, seus sintomas incluem febre e dores musculares.

O doutor Brantly é casado e pai de dois filhos, de acordo com um comunicado da ONG publicado na internet.

O vírus do ebola continua se agravando, com a morte de 28 pessoas entre 18 e 20 de julho em três países do oeste da África, o que eleva o total de vítimas a 660 mortos, indicou a Organização Mundial de Saúde (OMS).

info-estatico-ebolaDa AFP

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).