Inicio » Esporte » Futebol – Juiz nega arquivamento, e Messi deve ser julgado por fraude

Futebol – Juiz nega arquivamento, e Messi deve ser julgado por fraude

Um juiz da cidade de Gavá, na província de Barcelona, rejeitou o pedido da procuradoria de arquivar a acusação de fraude fiscal contra o meia-atacante Lionel Messi e ordenou o seguimento da causa, na qual o astro argentino fica às portas de ir a julgamento junto a seu pai, Jorge Messi, por três delitos contra a Fazenda espanhola.

Astro argentino pode ser réu ao lado do pai
Astro argentino pode ser réu ao lado do pai

Em um auto, o titular do juizado de instrução número 3 de Gavá mantém a acusação contra o jogador do Barça e dá dez dias à procuradoria e ao advogado do Estado para que solicitem a abertura de julgamento oral ou a suspensão da causa.

O juiz rejeita a pretensão da procuradoria de arquivar a causa contra Messi e mantê-la apenas contra seu pai por acreditar que existem indícios suficientes para considerar que o jogador “poderia ter tomado conhecimento e consentido a criação e a manutenção de uma estrutura societária fictícia, que tinha como única finalidade eludir o cumprimento das obrigações tributários derivadas da receita gerada pela exploração de seus direitos de imagem”.

Da agência EFE

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).