Inicio » Minas Gerais » Belo Horizonte » MG – Mãe confessa que matou o filho de 2 anos encontrado morto dentro de sofá

MG – Mãe confessa que matou o filho de 2 anos encontrado morto dentro de sofá


Reviewed by:
Rating:
5
On 28 de julho de 2014
Last modified:17 de dezembro de 2014

Summary:

MG - Mãe confessa que matou o filho de 2 anos encontrado morto dentro de sofá

A mãe do menino Keven Gomes Sobral, de dois anos, encontrado morto dentro de um sofá, confessou ter cometido o crime. A mulher prestou depoimento nesta segunda-feira (28) na Delegacia de Ibirité, na Grande Belo Horizonte.

Causa da morte da criança não foi esclarecida pela polícia
Causa da morte da criança não foi esclarecida pela polícia

A Polícia Civil não informou qual foi a causa da morte do menino. O delegado responsável pelas investigações deve prestar esclarecimentos sobre o caso apenas nesta terça-feira (19), em entrevista coletiva.

Além da mãe de Keven, a polícia ouviu também os tios do garoto. Todos passaram por uma acareação. A corporação não informou para onde a mulher foi levada.

Segundo a PM (Polícia Militar), o menino teria sumido no dia 24 e um Boletim de Ocorrência do desaparecimento da criança foi registrado na mesma data. No último domingo (27), a mãe da criança inclusive esteve na Delegacia de Desaparecidos buscando informações sobre o filho.  

Ainda segundo a PM, ela teria voltado para casa e estava deitada quando seu cunhado chegou de viagem com a esposa. Eles moram em residência vizinha e a mulher se levantou pois o casal não estaria conseguindo abrir a residência. Segundo ela, a porta do imóvel teria sido arrombado para uma vistoria do Corpo de Bombeiros durante a ausência do casal e o proprietário teria trocado a fechadura.

Dessa forma, o cunhado arrombou a porta dos fundos da casa para que eles conseguissem entrar e, logo que adentraram, sentiram um mal cheiro no imóvel e notaram uma poça de sangue. Segundo a PM, o corpo de Keven Gomes estava dentro do sofá, cuja parte de trás estava rasgada.   

Ainda segundo a PM, a causa da morte da criança não foi esclarecida porque o corpo já estava em decomposição, mas de acordo com a perícia, o menino não tinha nenhum ferimento aparente, apenas um sangramento no nariz. Um laudo pericial que será concluído em alguns dias poderá revelar o motivo da morte.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).



2 comentários

  1. Isto não pode ser chamada mãe e sim de uma mostra
    seria tão simples tirar o celular de uma mão de uma criança sem se quer machucala
    está historia não tá bem contada

  2. esse ir tem nome,verme. E tem muitos vermes como e esse circulando pelo o brasil. só o governo é que não quer ver