Inicio » Mais Seções » Beleza » Beleza – Uso excessivo do celular pode causar alergias e até rugas

Beleza – Uso excessivo do celular pode causar alergias e até rugas

Além de fazer ligações, tirar fotos, gravar vídeos e promover a troca de mensagens e a navegação na internet, o celular pode representar um inimigo da beleza feminina, já que o seu uso excessivo é capaz de causar alergias e facilitar, até mesmo, o aparecimento de rugas na pele.

Indispensável na rotina de grande parte das mulheres, o celular pode se tornar um inimigo da beleza, já que o seu uso excessivo é capaz de causar alergias e até o aparecimento de manchas e rugas na pele
Indispensável na rotina de grande parte das mulheres, o celular pode se tornar um inimigo da beleza, já que o seu uso excessivo é capaz de causar alergias e até o aparecimento de manchas e rugas na pele

Os riscos oferecidos pelo aparelho, no entanto, podem ser prevenidos com alguns cuidados importantes do dia a dia, que foram listados abaixo para ajudar você a usar o dispositivo de forma correta e segura. Confira:

Rugas
Bastante comuns após os 40 anos de idade, as rugas podem aparecer antes do que o previsto na pele se alguns hábitos não forem abandonados. Ficar com a cabeça baixa para olhar em direção à tela do celular, por exemplo, é um deles. Além de prejudicar a postura, a posição pode gerar flacidez e rugas na região do queixo e pescoço. Por isso, é fundamental dar a mesma atenção atribuída ao rosto para as duas regiões que são as primeiras a apresentar os sinais causados pelo envelhecimento. 

Outro problema provocado pelo celular são os temidos pés-de-galinha, que surgem quando a pessoa aperta muito, e com frequência, a região dos olhos para conseguir enxergar textos ou imagens bem pequenas na tela do aparelho.

Olheiras
A luz de LED emitida pelo visor dos celulares pode influenciar no sono, na pele e até mesmo no humor de uma pessoa. Por conta disso, é extremamente importante reduzir a luz do ambiente, assim como os ruídos e sons do dispositivo na hora de dormir.

Além disso, vale a pena deixar o celular bem longe da cama neste momento, já que os toques de mensagens, e-mails e whatsapps atrapalham a qualidade do sono, que precisa ser sereno, tranquilo e sem interferências. Também é importante investir no uso de cremes específicos para a região dos olhos para evitar a presença de olheiras e bolsas.

Alergia 
Decorrente de diversas substâncias que, quando entram em contato por longos períodos com a pele, provocam coceira e vermelhidão, a dermatite  acontece por dois tipos de metais presentes nos celulares: o níquel e o cromo. De acordo com Ana Flávia Lemos Moll, dermatologista da Clínica TheSkin, do Rio de Janeiro, e membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), uma maneira eficaz de proteger a pele do atrito com os componentes da parte externa do aparelho é apostar no uso de capinhas e películas, desde que sejam tomados alguns cuidados especiais com elas.

“As capas são muito úteis, mas o plástico, a borracha e o couro presentes nelas também podem provocar a dermatite de contato”, alerta a especialista. Por isso, a dica principal é dosar a utilização do dispositivo no dia a dia.

Acne 
Com mais bactérias do que um vaso sanitário ou a sola de um sapato, o celular deve ser higienizado sempre que possível para impedir que a pele sofra com doenças ou infecções. Isso porque a soma das bactérias com a maquiagem – responsável por obstruir os poros – e o suor resulta no surgimento de cravos e espinhas na pele. Para fugir do problema, a dica é adotar os famosos fones de ouvidos durante as ligações ou optar pela limpeza do aparelho, com água e 40% de álcool.

Manchas
As alterações na tonalidade da pele podem aparecer quando o celular é usado por muito tempo e acaba esquentando na lateral do rosto. “O calor excessivo do dispositivo pode provocar eritema (coloração avermelhada) na pele e aumentar a produção de melanina, que favorece o surgimento de manchas”, explica Ana Flávia.

Por essa razão, a recomendação é dar preferência ao viva-voz para promover conversar mais longas e sempre evitar o calor local, revezando o lado do rosto sempre que houver necessidade. Vale lembrar que o protetor solar não é uma boa solução neste caso, pois eles protegem a pele da radiação ultravioleta, mas não do calor.

Agência Hélice

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).