Inicio » Esporte » Brasileirão 2016 » Brasileirão 2014 – Cruzeiro arranca empate no RJ e mantém Botafogo ameaçado

Brasileirão 2014 – Cruzeiro arranca empate no RJ e mantém Botafogo ameaçado

Em meio a polêmica pela crise financeira e protesto de jogadores, o Botafogo recebeu o Cruzeiro no Maracanã neste sábado, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro e, após sair na frente com Egídio, sofreu gol de Léo na segunda etapa e empatou por 1 a 1. 

Carlos Alberto disputa bola
Carlos Alberto disputa bola

O resultado mantém o Cruzeiro na liderança, com 29 pontos e seis de vantagem para o Corinthians, segundo colocado. Já o Botafogo, que perdeu na última rodada para o Flamengo, permanece na 13ª posição, com 13 pontos, e pode até figurar na zona de rebaixamento ao fim da rodada, já que o Coritiba, 17º, tem dez pontos.

Logo aos 4min o Cruzeiro teve uma boa chance de abrir o placar com Egídio, que arriscou da ponta esquerda, mas viu a bola sair pela linha de fundo. O Botafogo respondeu na sequência, com Lucas, e Fábio espalmou para afastar o perigo. O time da casa pressionou na primeira etapa, e aos 23min Édilson fez boa cobrança de falta, exigindo mais uma vez a ação do goleiro cruzeirense.

Após duas boas intervenções, a sorte não ajudou Fábio. Aos 25min Lucas fez cruzamento da direita, Edílson ganhou da zaga cruzeirense, cabeceou para o gol e contou com um escorregão do goleiro para abrir o placar no Maracanã.

O Botafogo aproveitou o bom momento e se manteve no ataque, tendo nova chance com Émerson Sheik, que fez boa jogada pela direita, mas no momento do cruzamento não teve ninguém na área para completar. A primeira etapa acabou com a vitória parcial do time carioca, apesar de maior posse de bola do Cruzeiro.

Na volta do intervalo Émerson, que durante a semana disparou contra a diretoria, reclamando da falta de condições, se sentiu mal e atrasou um pouco o reinício da partida, mas voltou a campo e logo aos 3min aplicou um carrinho em Henrique, que precisou deixar o gramado, para entrada de Willian. Marcelo Oliveira também colocou Dagoberto no lugar de Marquinhos, buscando avançar seu time.

E foi com Willian, que teve sua situação resolvida na semana e voltou a atuar, que o Cruzeiro quase empatou. Aos 12min, o atacante chutou forte da entrada da área e acertou o travessão. No entanto, na jogada seguinte o líder do campeonato igualou o placar com gol do zagueiro Léo, após levantamento de Éverton Ribeiro. 

Superior, o time mineiro dominou a partida, e continuou pressionando. Vágner Mancini tentou dar um fôlego novo ao Botafogo, e pôs Júlio César e Zeballos nos lugares de Rogério e Carlos Alberto, respectivamente, enquanto o Cruzeiro tirou o atacante Ricardo Goulart – que não conseguiu aproveitar as chances de gol – para colocar Nilton. E na jogada área o volante quase marcou, duas vezes. Na primeira, Jefferson salvou e colocou para escanteio; na sequência, a bola bateu na trave e saiu. 

O jogo ainda teve bons momentos na fase final, com os dois times buscando a vitória. Émerson Sheik teve a melhor oportunidade para o Botafogo, aos 37min. Já o Cruzeiro parou novamente no goleiro Jefferson, que fez duas boas defesas em sequência, em chutes de Dagoberto e Willian. 

Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Atlético-PR na Arena da Baixada no domingo, às 16h (de Brasília), enquanto o Cruzeiro visita o Criciúma no sábado, às 18h30 (de Brasília), no Herilberto Hülse.

FICHA TÉCNICA 
BOTAFOGO 1 X 1 CRUZEIRO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 2 de agosto de 2014 (Sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Herman Brumel Vani (SP)

Cartão Amarelo: Emerson (Botafogo); Henrique e Marquinhos (Cruzeiro)

Gols: BOTAFOGO: Edilson, aos 25 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Léo, aos 14 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Dória, Bolívar e Junior Cesar; Mario Bolatti (Rodrigo Souto), Gabriel, Edilson e Carlos Alberto (Zeballos); Rogério (Júlio César) e Emerson Sheik
Técnico: Vagner Mancini

CRUZEIRO: Fábio, Mayke, Dedé, Leo e Egídio; Henrique (William), Lucas Silva, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart; Marquinhos (Dagoberto) e Marcelo Moreno (Nilton)
Técnico: Marcelo Oliveira

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).