Inicio » Esporte » Brasileirão 2016 » Brasileirão 2014 – Atlético/MG bate xará do PR com gols contra e já mira G-4

Brasileirão 2014 – Atlético/MG bate xará do PR com gols contra e já mira G-4

Saudades de Ronaldinho Gaúcho? Nada disso! Na primeira partida após a despedida do ídolo, o Atlético-MG mostrou um futebol convincente, ao menos no primeiro tempo, e venceu o Atlético-PR, por 3 a 1, com gols de Leonardo Silva, Léo Pereira e Deivid, os dois últimos contra, no Independência. O triunfo interrompe um jejum de quatro jogos sem vencer dos comandados de Levir Culpi.

Brasileirão 2014 - Atlético/MG bate xará do PR com gols contra e já mira G-4
Brasileirão 2014 – Atlético/MG bate xará do PR com gols contra e já mira G-4

O Galo chega a 18 pontos conquistados e segue como 11º colocado do Campeonato Brasileiro. O Furacão, por sua vez, ocupa a nona posição do torneio, com 19 pontos acumulados.

Movimentação ofensiva e rápidas trocas de passe foram a tônica do jogo alvinegro. Guilherme, Diego Tardelli, Maicosuel e Jô infernizaram a defesa adversária. Com muita velocidade, o quarteto criou ótimas oportunidades e, se a pontaria estivesse um pouco mais calibrada, poderia construir uma goleada.

Embora os homens de frente estivessem em noite inspirada, o mandante chegou ao gol com Leonardo Silva. O zagueiro se aproveitou de lateral cobrado por Marcos Rocha e desviou a bola para o fundo da rede de Santos.

Acuado nos 45 minutos iniciais, o Furacão tentou sair em lances de contragolpe e armou somente uma jogada de perigo. O jovem Douglas Coutinho, contudo, desperdiçou a chance ao finalizar para fora.

Na volta do intervalo, o time comandado por Levir Culpi pareceu se cansar. As jogadas ofensivas se tornaram mais raras. Jô sofreu queda brusca de produção e o jejum de dez partidas sem marcar pesou para o artilheiro do Galo na temporada.

Sem movimentação ofensiva pelos dois lados, o Atlético-PR igualou o marcador rapidamente. Marcos Guilherme finalizou da intermediária e contou com falha de Victor para balançar a rede do mandante.

A baixa produtividade do sistema ofensivo alvinegro obrigou Levir Culpi a realizar mudanças. Aos gritos de ‘burro’ por parte da torcida que foi ao Campo do Horto, Luan e Dátolo substituíram Guilherme e Jô, respectivamente.

A dupla acionada deu mais movimentação ao ataque do Galo e foi o suficiente para garantir o triunfo para o time da casa. Luan foi peça fundamental nas jogadas que culminaram nos gols contra de Léo Pereira e, posteriormente, Deivid.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Data-hora: 3/8/2014 – às 18h30

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e Heronildo Freitas da Silva (PA)

Gols: Leonardo Silva, aos 34’/1ºT (1-0); Marcos Guilherme, aos 11’/2ºT (1-1); Léo Pereira (contra), aos 30’/2ºT (2-1); Deivid (contra), aos 41’/2ºT (3-1)

Cartões amarelos: Pierre, Luan (CAM); Sueliton, Cléo, Cleberson (CAP)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Emerson Conceição; Pierre, Josué, Maicosuel e Guilherme (Luan – 16’/2ºT); Diego Tardelli e Jô (Dátolo – 26’/2ºT). Técnico: Levir Culpi.

ATLÉTICO-PR: Santos; Sueliton, Cleberson, Léo Pereira e Natanael; Deivid, João Paulo e Marcos Guilherme; Douglas Coutinho, Cléo (Dellatorre – 37’/2ºT) e Marcelo (Bruno Furlan – 25’/2ºT). Técnico: Doriva.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).