Inicio » Colunistas » Coluna – A grande farsa da CPI da Petrobras no Senado

Coluna – A grande farsa da CPI da Petrobras no Senado

Vale aqui, preliminarmente, evocar a irreverência do arguto Nelson Rodrigues: “Eu me nego a acreditar que um político, mesmo o mais doce político, tenha senso moral”. Pois é, a imoralidade política é, infelizmente, um traço indelével no caráter da maioria de nossos políticos. E isso ficou demonstrado na encenação das perguntas e respostas da CPI da Petrobras no Senado, que, segundo noticiário, foi manipulada, envolvendo os senadores Delcídio Amaral (PT-MS), José Pimentel (PT-CE), senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) etc.

A seriedade política está transformada em um simulacro. De falsa aparência os ditos “nobres políticos” desfilam com desenvoltura e não têm nenhum escrúpulo para conspurcar a imagem do Congresso Nacional diante da sociedade.

Usando de meios sórdidos parlamentares se comportam piores que malfeitores errantes, para consecução de seus objetivos. São maquiavélicos ao extremo, e quando podem apunhalam pelas costas sem nenhuma cerimônia.

Midiática ou não – cabe ao ofendido tomar as providências legais – está bombasticamente estampada na revista Veja, desta semana: “A grande Farsa – A CPI da Petrobras foi criada com o objetivo de não pegar os corruptos. Ainda assim, o governo e a liderança do PT no Senado decidiram não correr risco e montaram uma fraude que consistia em passar antes aos investigados as perguntas que lhes seriam feitas pelos senadores. A trama foi gravada em vídeo.”

A denúncia da VEJA é muito grave e precisa ter o seu desdobramento nas instâncias do Congresso Nacional e do Judiciário, com seriedade e rapidez, pois o subterrâneo da podridão política não pode continuar chafurdando a República brasileira.

A que ponto chegou a pouca-vergonha de membros de nossos partidos políticos, que, para blindar a face corrupta de um governo, arma suas baterias contra a transparência da República para continuar enxovalhando a imagem da nação.

Bem, a sabedoria popular não falha. Onde já se viu lobo cuidar de galinheiro? E o resultado está na grande farsa da CPI da Petrobras no Senado, liderada por Vital do Rêgo (PMDB-PB) e José Pimentel (PT-CE). E não esquecer, também, que, na CPI Mista da Câmara Federal aparecem, respectivamente, como presidente e relator Vital do Rêgo e Marco Maia (PT-RS).

O país não pode continuar sendo enganado por falsos políticos, mancomunados com governos corruptos. Nas próximas eleições, o eleitor terá mais uma oportunidade de fortalecer o Legislativo e o Executivo, escolhendo cidadãos de condutas ilibadas e capazes. Mas para o bem do Brasil, o eleitor não deve reeleger ninguém, pois política não é profissão.

Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor federal aposentado

Balneário Camboriú-SC

Julio Cesar Cardoso
Julio Cesar Cardoso
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).