Inicio » Política » Dilma acredita que Brasil tem condições de cumprir meta do superávit primário

Dilma acredita que Brasil tem condições de cumprir meta do superávit primário

A presidente Dilma Rousseff mostrou otimismo nesta quarta-feira sobre o cumprimento da meta de superávit primário pelo setor público neste ano e minimizou os resultados ruins recentes.

Dilma acredita que Brasil tem condições de cumprir meta do superávit primário
Dilma acredita que Brasil tem condições de cumprir meta do superávit primário

“É natural que haja momentos de flutuação do superávit primário”, disse Dilma a jornalistas, após apresentar propostas ao setor agropecuário em evento organizado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que contou com a participação do principais candidatos à Presidência.

“Acredito que teremos condições de cumprir o superávit primário previsto no começo do ano”, acrescentou a presidente, que busca a reeleição pelo PT. A meta para o ano é de 99 bilhões de reais, o equivalente a 1,9 por cento do Produto Interno Bruto (PIB). No acumulado em 12 meses até junho, o superávit primário está em 1,36 por cento do PIB.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)  / Reuters

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Norte de Minas – Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).