Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Dia Nacional da Saúde: Para marcar a data, Prefeitura desenvolveu ações de prevenção e promoção à saúde, na Praça Doutor Carlos‏

Montes Claros – Dia Nacional da Saúde: Para marcar a data, Prefeitura desenvolveu ações de prevenção e promoção à saúde, na Praça Doutor Carlos‏

Nesta terça-feira, 5, foi comemorado, em todo o país, o Dia Nacional da Saúde. Em Montes Claros, a data foi marcada pela realização de um evento especial na Praça Doutor Carlos, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio da Secretaria de Esportes. 

Montes Claros - Para marcar a data, Prefeitura desenvolveu ações de prevenção e promoção à saúde, na Praça Doutor Carlos‏
Montes Claros – Para marcar a data, Prefeitura desenvolveu ações de prevenção e promoção à saúde, na Praça Doutor Carlos‏

Durante todo o dia, foram oferecidos para a população, gratuitamente, os serviços de vacinação contra a gripe (para o público em geral), agendamento de mamografias (para mulheres acima de 40 anos), avaliação de saúde bucal e testes de glicemia e pressão arterial. Também foram realizados testes rápidos de Hepatite C, que foram feitos através de parceria com a Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite (ABHP).

O diretor da associação em Montes Claros, Luiz Carlos Alves Amaral, explica que o exame é muito importante, já que a hepatite C é uma doença silenciosa, em que os sintomas não aparecem. “Normalmente é descoberta já em estágio avançado, quando os órgãos estão comprometidos”, conta Luiz Carlos, ele mesmo um portador de hepatite C, e que devido à doença terá de entrar na fila do transplante de fígado, já que desenvolveu uma cirrose hepática. “As pessoas pensam que cirrose é doença de quem consome muita bebida alcoólica, mas, de cada 10 casos, quatro são provocados pelo álcool, e o restante por hepatite B ou C”, alerta. Luiz contraiu a doença em uma transfusão de sangue realizada em 1981, e explica que o exame de hepatite é recomendado para toda pessoa acima de 35 anos, e também para usuários de drogas injetáveis, quem frequenta salão de beleza e não leva o próprio “kit manicure”, aqueles que têm tatuagens e piercings, além de pessoas que receberam transfusão de sangue antes de 1993.

Juscelina Augusta Silva fez o teste de hepatite pela primeira vez. “Tudo que é saúde eu gosto de estar dentro. Já vivi bastante, e quero viver mais ainda, e bem. Uma coisa boa que Deus nos deu foi a vida, e a gente tem que conservar”, diz dona Juscelina, do alto de sua sabedoria cultivada ao longo de 78 anos de vida.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Mortes por afogamento crescem 14% em Minas Gerais

MG – Mortes por afogamento crescem 14% em Minas Gerais

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.MG – Mortes …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).