Inicio » Política » Eleições 2014 – Para maioria, Copa foi negativa

Eleições 2014 – Para maioria, Copa foi negativa

A pesquisa DataTempo/CP2  também avaliou a repercussão junto aos entrevistados em relação ao legado deixado pela organização da Copa do Mundo no Brasil e à denúncia da “Folha de S. Paulo” sobre a construção de um aeroporto em Cláudio, na região Centro-Oeste, nas terras que pertenceram ao tio-avô do senador Aécio Neves (PSDB). A obra foi construída no segundo mandato do tucano no governo do Estado.

Eleições 2014 - Para maioria, Copa foi negativa
Eleições 2014 – Para maioria, Copa foi negativa

A pesquisa perguntou aos eleitores “qual o legado deixado pela organização da Copa do Mundo?”. Para 67% das pessoas ouvidas, a herança da competição é negativa.

Já 32,3% consideraram o legado do Mundial como positivo.

Também foram computados nos índices aqueles que não souberam responder e os que são indiferentes aos impactos causados pelo Mundial ao país. Essa parcela da pesquisa chegou a 0,7%.

Antes de a bola rolar no Brasil, a realização do evento já era considerada um problema para o governo Dilma. A Fifa pressionava pelo término da construção dos estádios e existia a expectativa de que problemas de segurança, manifestações e de mobilidade ocorressem durante a estadia dos estrangeiros no país, prejudicando o evento.

Aeroporto. Do lado da candidatura do senador Aécio Neves, o ponto fraco se tornou a notícia sobre o investimento de R$ 14 milhões do governo de Minas para construir um aeroporto na cidade de Cláudio. O terreno pertencia ao tio-avô de Aécio, Múcio Tolentino. A obra foi feita no fim do mandato do tucano à frente do Executivo estadual.

A pesquisa revelou, no entanto, que boa parte do eleitorado não sabia da polêmica. Das pessoas entrevistadas, 69,6% responderam que não conheciam o fato. Ou seja, 30,4% dos eleitores sabem que o aeródromo foi construído pelo candidato à sucessão de Dilma.

DataTempo ainda perguntou aos que conhecem a história, se a polêmica sobre a pista de pouso vai influenciar na hora do voto. Nesse caso, 69,1% disseram que não e 30,6% afirmaram que sim. Já 0,4% não sabiam ou não responderam.

Apesar de a maioria da pessoas desconhecerem a polêmica sobre a construção do aeroporto, 71% dos entrevistados relataram que não aprovam o empreendimento. Os que aprovam somam 24,7%. Os indiferentes representaram 4,2%.

Informação
Registro. 
A pesquisa foi contratada pela Sempre Editora e realizada de 31 de julho a 4 de agosto. Foram realizadas 1.827 entrevistas. A margem de erro é de 2,29 pontos. O protocolo na Justiça é MG 00059/2014

 .
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).