Inicio » Internacional » Europa » Europa – Mais 21 vítimas do voo MH17 são identificadas, diz Holanda

Europa – Mais 21 vítimas do voo MH17 são identificadas, diz Holanda

Os médicos legistas identificaram 21 novas vítimas, 23 no total, da queda do avião da Malaysia Airlines, informou nesta sexta-feira o governo holandês, enquanto os investigadores internacionais deixaram o leste da Ucrânia em razão dos combates.

Especialistas que faziam busca deixam a Ucrânia após conflitos no leste do país ficarem mais tensos
Especialistas que faziam busca deixam a Ucrânia após conflitos no leste do país ficarem mais tensos

O voo MH17 foi abatido em 17 de julho por um míssil disparado a partir de uma área controlada por separatistas pró-russos. Todas as 298 pessoas a bordo, incluindo 193 holandesas, morreram no incidente.

Mais de 220 caixões foram enviados para a Holanda, país responsável por identificar os corpos.

Entre as 21 vítimas identificadas estão 16 holandeses – incluindo um de dupla nacionalidade holandesa e britânica – dois malaios, um alemão, um canadense e um britânico, informou o Departamento de Justiça em um comunicado. Até agora, apenas dois corpos haviam sido identificados.

O primeiro-ministro Mark Rutte anunciou na quinta-feira que as buscas pelos restos mortais das vítimas no local do desastre no leste da Ucrânia seriam suspensas devido à insegurança causada pelos combates entre as forças ucranianas e os separatistas pró-russos.

Após esta decisão, dois aviões de transporte militar – um holandês e um australiano – repatriaram para a Holanda os 142 peritos da polícia da Holanda, Austrália e Malásia. Ambas as aeronaves pousaram em Eindhoven (sul) à tarde, informou a agência de notícias ANP.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).