Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Cães do Grande Maracanã receberão encoleiramento gratuito

Montes Claros – Cães do Grande Maracanã receberão encoleiramento gratuito

Como parte da estratégia de combate à leishmaniose visceral (calazar) do Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde de Montes Claros, será realizado, a partir da próxima segunda-feira, 11, o encoleiramento de cerca de 10 mil cães do município. Serão distribuídas coleiras impregnadas com deltametrina a 4% (princípio ativo repelente e inseticida recomendado pela OMS), indicadas para o controle dos insetos transmissores da Leishmaniose (flebotomíneos) e que também podem auxiliar no controle de moscas, carrapatos e pulgas.

Montes Claros - Cães do Grande Maracanã receberão encoleiramento gratuito
Montes Claros – Cães do Grande Maracanã receberão encoleiramento gratuito

As coleiras repelentes (Scalibor) serão colocadas gratuitamente, de casa em casa, pelos agentes de combate a endemias do CCZ, nos cães cadastrados e residentes nos bairros sorteados: Maracanã, Vila Campos, Vila Greyce, Vila Vargem Grande, Conjunto Joaquim Costa, Ciro dos Anjos, Chiquinho Guimarães, Nossa Senhora das Graças, Dona Gregória, Conjunto Habitacional Olga Benário, Vila Itatiaia, Conjunto Habitacional José Correia Machado e Alterosa. Antes do encoleiramento será realizado um exame de sangue de rotina, para diagnosticar a evolução da doença na comunidade canina.

Este encoleiramento faz parte de um projeto-piloto do Programa Federal de Controle da Leishmaniose Visceral, e Montes Claros é a única cidade de Minas a participar da pesquisa de utilização de coleiras repelentes. A cidade foi analisada pelo Ministério da Saúde e escolhida de acordo com a gravidade da doença em humanos. Em Montes Claros, de 2009 a 2013, foram confirmados 106 casos humanos da doença, com 6 óbitos. Em 2014, até a presente data foram confirmados 5 casos humanos. No período de janeiro de 2012 a julho de 2014 foram examinados 46.794 cães, e 4.552 (9,7%) estavam reativos para calazar.

O encoleiramento já é faz parte da quarta etapa da pesquisa, sendo que na anterior, realizado de fevereiro a junho de 2014, na área do Grande Maracanã, onde além da eutanásia dos cães infectados os animais foram encoleirados, observou-se uma redução de 65% de cães infectados com Leishmania, em relação ao início do projeto. Na área controle onde os cães foram examinados e os infectados foram eutanasiados, a redução foi de apenas 38,5%.

Assim, esse projeto é uma grande esperança para os proprietários dos cães e para o serviço público, porque o resultado satisfatório implicará na redução da eutanásia de cães infectados e, consequentemente, na redução dos casos humanos de leishmaniose.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Mirabela recebe encontro de carros antigos neste domingo

Norte de Minas – Mirabela recebe encontro de carros antigos neste domingo

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).