Inicio » Educação » Cursos » Educação – Que tal estudar artes fora do Brasil?

Educação – Que tal estudar artes fora do Brasil?

Conhecimento nunca é demais – e nunca é tarde para fazer um bom curso, se profissionalizar. Se você sempre teve vontade de estudar fora do país ou fazer um estágio, principalmente em alguma área artística, fique de olho nessa novidade que vamos contar a seguir.

Que tal estudar artes fora do Brasil?
Que tal estudar artes fora do Brasil?

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, lançou, no último dia 31 de julho, dois editais públicos do programa Conexão Cultura Brasil, destinados à internacionalização cultural do país. Trata-se de um programa de ensino muito parecido com o Ciência Sem Fronteiras, porém voltado para profissionalização nas artes e empreendedorismo cultural, não necessariamente de alunos matriculados em faculdades públicas.

Faculdades renomadas como o Instituto Europeu de Design e o British Council abrem suas portas para brasileiros que querem fazer cursos de média duração, entre novembro de 2014 e março de 2015. São 400 vagas para as áreas de música, artes cênicas, circo, artes visuais, cinema, animação, games, programação de softwares e aplicativos móveis, literatura, TV, rádio, mercado editorial, moda, design, arquitetura, publicidade, gastronomia, gestão cultural, indústria de espetáculos, produção de eventos culturais, produção audiovisual, operação de equipamentos audiovisuais, roteiro, sonoplastia, figurino, cenotecnia, iluminação, luthieria (confecção e reparo de instrumentos musicais), edição gráfica e visual, restauração, artesanato, cultura popular e patrimônio, museu e memória e turismo cultural. O edital também permite a participação em eventos e atividades promovidas tanto pelas escolas brasileiras como pelas estrangeiras.

Os interessados devem entrar em contato com a instituição de ensino e ser pré-aprovado por ela. Depois, é preciso encaminhar o projeto junto com a carta-convite para o Ministério da Cultura, que selecionará os aprovados. O governo brasileiro vai garantir ao estudante passagens, diárias e deslocamento. Em contrapartida, a pessoa agraciada pelo edital deverá retornar para o Brasil e multiplicar o conhecimento adquirido lá fora – seja em palestras, oficinas, espetáculos… As faculdades que já manifestaram interesse em receber os brasileiros são o Instituto Europeu de Design, a Federculture da Itália, a Universidade de Bolonha, o British Council, a Royal Shakespeare Company, o Barbican Centre, o SouthBank Centre, o The Globe Theatre, a BBC Scottish Symphony, o Science Museum e o Festival de Edimburgo. O edital de inscrição você encontra aqui.

No mundo moderno, as pessoas não querem só fazer advocacia e medicina. A economia criativa é o forte do século 21. É uma excelente oportunidade para eles terem uma experiência”, disse a ministra Marta Suplicy. Nós, jornalistas, entusiastas da cultura, agradecemos!

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).