Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Dono da cachaça Seleta é preso suspeito de pedofilia e tentativa de homicídio

Norte de Minas – Dono da cachaça Seleta é preso suspeito de pedofilia e tentativa de homicídio

O empresário dono das marcas de cachaça Seleta, Saliboa e Boazinha, Antônio Eustáquio Rodrigues foi preso no início da tarde desta terça-feira (12), em seu escritório na cidade de Salinas, no Norte de Minas.

O empresário Antônio Eustáquio Rodrigues, dono das marcas de cachaça Seleta, Salinas e Boazinha (Foto: Divulgação)
O empresário Antônio Eustáquio Rodrigues, dono
das marcas de cachaça Seleta, Salinas e
Boazinha (Foto: Divulgação)

Antônio Eustáquio Rodrigues, Toni Rodrigues, como é mais conhecido, de 64 anos, é suspeito de cometer uma tentativa de homicídio, um estupro de vulnerável e um estupro comum.

Segundo informações da Polícia Civil (PC), as vítimas são um garoto de 14 anos e uma garota de 15 anos. 

O advogado de defesa, Jean Racini, esteve na tarde desta terça na delegacia de Polícia Civil de Salinas, onde Antônio Eustáquio Rodriguesfoi ouvido. O advogado preferiu não se pronunciar pois segundo ele ainda não teve acesso ao inquérito.

A polícia acredita que os abusos começaram quando os menores tinham 13 anos e as abordagens eram feitas pelo suspeito em seu carro particular.

“Era comum ele distribuir celulares e dinheiro para as crianças do bairro”, conta o menino de 14 anos que diz ter sofrido os abusos. De acordo com uma das vítimas, os atos sexuais foram cometidos na casa do suspeito. “Ele me disse que não tinha necessidade de contar para ninguém o que tinha acontecido, porque nós dois nos daríamos muito mal”, afirma o menino.

Ainda segundo o menino, a situação se repetiu por outras duas vezes e o mesmo aconteceu com uma colega que mora no mesmo bairro.

A denúncia foi feita pela mãe do menino ao Conselho Tutelar da cidade de Salinas. “Resolvi denunciar porque muitas pessoas têm medo dele aqui,  já que ele é um homem muito poderoso. Mas eu não tenho medo, e sinto-me aliviada”, diz a mãe do garoto.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a tentativa de homicídio aconteceu na noite do dia 18 de julho deste ano. A vítima ainda não foi identificada e a prisão foi decretada baseada em depoimentos de testemunhas, que disseram que Antônio Eustáquio espancou um jovem e ameaçou dar dois tiros nele.

Antônio Eustáquio Rodrigues é dono da maior fábrica de cachaça artesanal do país e produz anualmente mais de 1,5 milhão de litros de cachaça.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).