Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Sobe para 140 os municípios a decretarem Situação de Emergência

Norte de Minas – Sobe para 140 os municípios a decretarem Situação de Emergência

A seca no Grande Norte de Mina já levou 140 municípios a decretarem Situação de Emergência. Em busca de alternativas para ajudar os municípios da região, a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) mobilizou os prefeitos para uma reunião na próxima quinta-feira 14/08, a partir das 9 horas, com o chefe de gabinete militar do Governador e Coordenador Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG), Coronel PM Alex de Melo e os técnicos da autarquia. Na oportunidade, a entidade e os prefeitos apresentarão a reala situação em que se encontram os seus municípios e reivindicarão medidas emergenciais.

Norte de Minas - Sobe para 140 os municípios a decretarem Situação de Emergência
Norte de Minas – Sobe para 140 os municípios a decretarem Situação de Emergência

De acordo com informações do Departamento de Defesa Civil da AMAMS, a falta de água já é a realidade em alguns distritos dos municípios da região. Por conta disso, o setor agropecuário já acumula prejuízos. De acordo com a Cedec-MG, dos 140 municípios do Grande Norte de Minas que decretaram Situação de Emergência, 85 foram homologados, 92 tiveram os decretos reconhecidos, 16 estão em análise e 27 foram arquivados.

A falta de chuva nos últimos cinco meses tem provocado o assoreamento em importante rio que corta o estado, como é o caso do São Francisco, na altura do município homônimo, a travessia por balsa foi interrompida por causa dos grandes bancos de areia, que obstruíram a passagem das embarcações. Com isso, o acesso a cidades como Pintópolis e Urucuia está comprometido e deve ser feito por Pirapora ou Januária, o que aumenta o tempo de viagem e os custos.

Norte de Minas é a região mais atingida
Dos 132 municípios que decretaram situação de emergência neste ano na Cedec/MG, 84 são do Norte de Minas: Buenópolis, Buritizeiro, Pintópolis, São Francisco, Engenheiro Navarro, Capitão Enéas, São João das Missões, Nova Porteirinha, Itacambira, Claro dos Poções, Urucuia, Ubaí, Pai Pedro, Joaquim Felício, Matias Cardoso, Janaúba, Indaiabira, Riachinho, Jaíba, Verdelândia, Grão-Mogol, Pedras de Maria da Cruz, Monte Azul, Curral de Dentro, Catuti, Manga, Ponto Chique, Pirapora, Jequitaí, Chapada Gaúcha, Gameleiras, Espinosa, Novorizonte, Patis, Salinas, São João do Pacuí, Santa Fé de Minas, Brasília de Minas, Campo Azul, Francisco Sá, Lagoa dos Patos, Várzea da Palma, Rubelita, São Romão, Lassance, Riacho dos Machados, Varzelândia, Juvenília, Porteirinha, Rio Pardo de Minas, Miravânia, Olhos DÁgua, Cônego Marinho, Serranópolis de Minas, Glaucilândia, Mirabela, São João do Paraíso, Bocaiúva, Berizal, Juramento, Augusto de Lima, Itacarambi, Guaraciama, Vargem Grande do Rio Pardo, Icaraí de Minas, Fruta de Leite, Divisa Alegre, Josenópolis, Nova Porteirinha, Coração de Jesus, Padre Carvalho, São João da Ponte, Mato Verde, Bonito de Minas, Cachoeira de Pajeú, Luislândia, Francisco Dumont, Ninheira, Taiobeiras, Japonvar, São João da Lagoa, Santa Cruz de Salinas e Montezuma.

O presidente da AMAMS e prefeito de Mirabela, Carlúcio Mendes Leite, disse que o  clamor da população e a situação insustentável dos efeitos da longa estiagem na região vão contribuir para a presença de mais de 70 prefeitos dos municípios nesta reunião que trata do atendimento emergencial.

Segundo a Emater estamos em mais de três anos consecutivos de estiagem que deixaram um rastro imensurável no dia-a-dia e na vida da população “perdemos pastagens, vegetação nativa e o gado criado para subsistência” afirma o prefeito Evando Roberto Alves Cardoso, o Vandão prefeito de Mamonas, Membro Efetivo do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco ele lembra que são necessárias Barragens principalmente para atender o consumo humano, citou que na sua região os piores impactos estão em Espinosa, Pai Pedro e Mamonas não só na zona rural como na zona urbana, mas todos os municípios foram atingidos.

PROGRAMAÇÃO
9H30 – Abertura – Chefe de Gabinete  Militar e Coordenador Estadual da Defesa Civil de Minas Gerais, Coronel PM Alex de Melo, e o presidente da AMAMS e prefeito de Mirabela, Carlúcio Mendes Leite;
10 horas – Apresentação Técnica da Cedec – Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de MG
11h00 – Apresentação Ruralminas – Fundação Rural Minas

 11h30 – Apresentação da Emater –

12 horas – Encerramento

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).