Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Lideranças regionais fazem mutirão para apresar obra da barragem de Congonhas

Norte de Minas – Lideranças regionais fazem mutirão para apresar obra da barragem de Congonhas

Lideranças regionais e técnicos lotados em órgãos envolvidos com a Barragem de Congonhas – que abastecerá Montes Claros e outras cidades norte-mineiras e contribuirá para a perenização do Rio Verde Grande e a maior autonomia da barragem da Copasa em Juramento – se reuniram, na manhã de ontem (13), no auditório da Coordenadoria Estadual do Dnocs na cidade, para apressar o andamento das providências necessárias à assinatura da ordem de serviço. A idéia é fazer um mutirão para que o início da obra não sofra contratempos. Neste sentido, nova reunião já está marcada para a tarde de segunda-feira (18/8)

obra da barragem de Congonhas
obra da barragem de Congonhas

O aviso de licitação da Barragem de Congonhas foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) do dia cinco de agosto e corre-se o risco de em breve ser conhecida a empresa vencedora para executar as obras de implantação da sonhada barragem, entre os municípios de Itacambira e Grão-Mogol, sem que os serviços possam ser iniciados por causa da pendência de uma série de providências que precedem a obra. Orçada em R$ 210.494.924,299, a barragem garantirá o abastecimento de água de mais de 500 mil pessoas em Montes Claros, Itacambira, Francisco Sá, Juramento, Capitão Enéas e Janaúba, melhorará a autonomia da barragem da Copasa em Juramento e aumentará a vazão do Rio Verde Grande, revitalizando a sub-bacia do Rio São Francisco e ajudando a despoluir o importante rio.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).