Inicio » Nacional » Brasil – Perfil que cria leis falsas vira sucesso na internet

Brasil – Perfil que cria leis falsas vira sucesso na internet


Reviewed by:
Rating:
5
On 20 de agosto de 2014
Last modified:20 de agosto de 2014

Summary:

Brasil - Perfil que cria leis falsas vira sucesso na internet

Um perfil humorístico que fala sobre as leis da Constituição Federal vem ganhando cada vez mais seguidores na internet nos últimos meses. O perfil Lei Federal no Twitter tinha, na manhã desta quarta, 22,3 mil seguidores e 540 “leis” publicadas, como a  n°7.497, de 2014, que estabelece: “Tirar fotos em velório caracteriza o crime de Danos Morais – Pena: reclusão de 4 anos e celular/câmera apreendido(a)”.

Perfil cria leis fictícias como esta, que proíbe filhos fingirem que estão dormindo
Perfil cria leis fictícias como esta, que proíbe filhos fingirem que estão dormindo

Já que as leis não acompanham a modernidade, o perfil sugere algumas punições para “crimes” do século 21. “Fingir que está dormindo quando os pais entram no quarto pra ficar mexendo no celular é crime – Pena: reclusão de 3 anos”, diz a “lei” n°3.398, de 2014.

A página foi criada em julho e é atualizada diariamente com novas leis. Veja algumas das pérolas criadas pelo perfil:

infoestaticoleifederalrep

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).