Inicio » Política » Eleições 2014 » Eleições 2014 – Aécio Neves tenta apresentar-se como opção mais segura e confiável

Eleições 2014 – Aécio Neves tenta apresentar-se como opção mais segura e confiável

Aécio Neves tenta apresentar-se como opção mais segura e confiável
Aécio Neves tenta apresentar-se como opção mais segura e confiável

Ao falar depois de Marina e Dilma, nas considerações finais, Aécio Neves tentou apresentar-se como a opção mais segura e responsável, diante do furação Marina e da gerentona Dilma. No ar, o tucano repetiu que colocaria na Fazenda o economista Armínio Fraga, para tranquilizar os mercados, além de ter prometido um novo ciclo de desenvolvimento ao Brasil.

Aécio disse que, com as duas concorrentes, o Brasil não sabia para onde iria. Com ele, haveria previsibilidade. “Não podemos ter novas aventuras”, declarou, possivelmente em uma indireta para Marina, depois de já ter criticado a política econômica de Dilma.

No programa, Marina também tentou tranquilizar os mercados repetindo que iria dar autonomia ao Banco Central (BC).

Já Dilma aproveitou os momentos finais para repetir o slogan de que acredita no Brasil e vai avançar no rumo certo. Citou Lula e a criação de vagas para o Pronatec, com 8 milhões de jovens atendidos.

Marina Silva deixou para o final a citação da perda de Eduardo Campos e lembrou também a privação do registro da Rede, que a impediria de buscar a eleição presidencial.

Mais uma vez, repetindo as ideias de Eduardo Campos, disse que governaria com os melhores e uniria o Brasil.  Como havia feito há cinco dias, defendeu a autonomia do BC, para desespero da candidata do PSOL, Luciana Genro.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).