Inicio » Mais Seções » Curiosidades » Lagosta azul capturada em Maine vira atração em aquário

Lagosta azul capturada em Maine vira atração em aquário

Lagosta azul capturada em Maine vira atração em aquário
Lagosta azul capturada em Maine vira atração em aquário

Uma lagosta azul capturada no último sábado, 23, na costa do Maine por uma americana de 14 anos escapou da panela para se tonar a mais nova atração do aquário do estado, informou a NBC News. Centenas de turistas esperavam pela chegada do crustáceo ao local na última terça-feira.

O animal foi batizado de Skyler por Meghan LaPlante, a adolescente que a descobriu e que trabalha no negócio da família junto do pai, a Miss Meghan’s Lobster Catch, em Old Orchard Beach. 

Mas há outras lagostas ainda mais raras do que as azuis. Uma em cada 2 milhões lagostas é azul. A coloração azulada é resultado de uma rara mutação genética que estimula o crustáceo a produzir uma certa proteína em quantidade excessiva.

As chances de encontrar uma lagosta metade laranja e metade preta ou uma lagosta amarela são de 1 em 30 milhões. Mas a lagosta mais difícil de ser encontrada é a albina ou cristal, cujas cascas não tem nenhuma cor. A chance de encontrar uma delas é de 1 em 100 milhões.

O aquário do estado do Maine tem uma lagosta laranja e três azuis em exibição. Mas Skylar, depois de um período inicial de aclimatação e observação, terá seu próprio tanque.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Um a cada cinco jovens mineiros é "nem-nem", que nem trabalha nem estuda

MG – Um a cada cinco jovens mineiros é “nem-nem”, que nem trabalha nem estuda

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. MG – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).