Inicio » Economia » Brasil pode perder posto de 7ª economia para Índia

Brasil pode perder posto de 7ª economia para Índia

A Índia pode ultrapassar o Brasil em tamanho de economia antes do previsto pelo Fundo Monetário Internacional (FMI). Nas projeções do órgão, o país asiático superaria a economia brasileira em 2018. “Mas isso leva em consideração projeções otimistas do FMI, então pode acontecer antes”, afirmou o estrategista-chefe do Banco Mizuho, Luciano Rostagno, que considera bastante provável que isso ocorra já em 2017.

Brasil pode perder posto de 7ª economia para Índia
Brasil pode perder posto de 7ª economia para Índia

Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter

Hoje, o Brasil é a sétima maior economia do mundo, enquanto a Índia figura na 10ª colocação. “O Brasil, que chegou a se aproximar do sexto lugar, agora fica mais afastado e pode até perder esse patamar antes do previsto”, disse Rostagno.

O FMI projeta crescimento de 1,3% para a economia brasileira em 2014 e de 2,0% em 2015, conforme o relatório Perspectiva Econômica Global divulgado em julho. O economista, contudo, considera esses resultados irrealizáveis. Ele projeta avanço de 0,2% neste ano e de 1,0% no ano que vem.

“O Brasil de fato mudou de rumo. Isso reflete a falta de visão de médio e longo prazo. As medidas adotadas pelo país foram míopes, no sentido de ter um crescimento puxado por muito consumo e pouco por investimento”, avaliou Rostagno. “O governo esqueceu de preparar o País para o futuro, para num segundo momento migrar para um modelo pautado em investimentos”, acrescentou.

A Índia, por sua vez, está em trajetória de aceleração. No segundo trimestre, cresceu 5,7% na comparação com igual período de 2013 (o Brasil, nesta comparação, cedeu 0,9%). Em 2014, na projeção do fundo, a economia indiana deve se expandir 5,4%, acelerando para 6,4% em 2015, 6,5% em 2016 e 6,7% em 2017 e em 2018.

Em 12 meses até o segundo trimestre, a economia brasileira somou US$ 2,179 trilhões, nos cálculos de Rostagno. Em igual período, a economia indiana totalizava US$ 1,898 trilhão.

Agência Estado
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).