Inicio » Mais Seções » Saúde – China aprova produção de seu primeiro remédio contra o ebola

Saúde – China aprova produção de seu primeiro remédio contra o ebola

O exército chinês autorizou a produção do primeiro remédio desenvolvido neste país para combater o vírus do ebola, segundo informou neste domingo a televisão estatal chinesa “CFTV”.

Até agora foram realizadas provas com sucesso em animais e em nível celular; foi completado o processo para realizar análise clínicas
Até agora foram realizadas provas com sucesso em animais e em nível celular; foi completado o processo para realizar análise clínicas

Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter

O remédio, denominado “JK-05”, foi desenvolvido após cinco anos de trabalho pelo Instituto de Microbiologia e Epidemiologia da Academia de Ciências Médicas Militares, aponta a informação.

O remédio atua em nível micromolecular e “contém de forma seletiva a RNA-polimerase do vírus do ebola para inibir sua replicação”, declarou à “CFTV” o professor Wang Hongguan, diretor da equipe de pesquisadores da citada academia que desenvolveram.

Até agora foram realizadas provas com sucesso em animais e em nível celular, e também foi completado o processo para realizar análise clínicas.

Wang recalcou que, por enquanto, uma possível aplicação deste remédio só ocorreria em situações de emergência.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).